Fliaraxá fecha quinta edição com público de 12 mil pessoas

Fliaraxá fecha quinta edição com público de 12 mil pessoas

Depois de cinco dias de debates, mesas, palestras, oficinas, lançamento de livros, sarau, intervenções artísticas e espetáculos teatrais, o V Fliaraxá chegou ao final com público de 12 mil pessoas, neste domingo (18/9). O evento foi realizado na Fundação Cultural Calmon Barreto e contou com mais de 70 convidados, 62 atividades e 11 oficinas. Com lotação máxima em todos os dias, o Teatro Municipal de Araxá recebeu um público superior a 1.500 pessoas, que assistiram os espetáculos Jazz do Coração, Caravana Tonteria,Delírio do Verbo, Auê e Estamira.

Para o curador Afonso Borges, o festival superou as expectativas e alcançou o objetivo proposto pelo tema. “O principal legado deixado por esta edição é ressaltar a importância da disseminação do amor e o respeito às diferenças. No futuro, nós iremos lembrar que o quinto Fliaraxá foi um catalizador na formação e conscientização de leitores e escritores”, concluiu.

Aberto com um “Piquenique Literário”, o último diado Fliaraxá 2016 colocou em pauta o diálogo entre literatura e mídias digitais. Logo pela manhã, personalidades da internet como Eduardo Cilto, Fernanda Oliveira e Tico Farpellipromoveram o “Primeiro Encontro de Booktuber’s e blogueiros Literários”. Na mesa que também contou co, m a presença do poeta Paulo Netho e da gerente comercial do site editorial Publishnews, Cássia Carrenho, os convidados falaram sobre os desafios na criação e difusão dos seus trabalhos e a força da web, principalmente entre o público jovem. Ainda com o foco no mercado literário digital, o públicopôde conferir debates com a youtuberTatyFerreira,  com o escritor Eduardo Spohr e com o autor Rodrigo Feres.

O escritor Roberto Parmeggiani, um dos convidados internacionais do V Fliaraxá, concluiu a série “Como brincam…” com um divertido debate sobre as brincadeiras tradicionais na Itália. A programação de encerramento também reservou encontros de autores araxaenses. Os irmãos Dirceu e Leila Ferreira falaram sobre a arte do humor na literatura. A dupla Canarinho e Odone Rios divertiu o público com dicas e macetes de como se contar um bom causo mineiro. Já os autores Luiz Humberto França e Glaura Teixeira prestaram homenagem a Araxá ao relembrar os principais personagens e lendas do município.

O escritor e filósofo Clóvis de Barros Filho fechou o domingo falando sobre o tema  “Felicidade ou morte”, título homônimo de seu mais recente livro, para mais de quinhentas pessoas. Com um discurso empolgante e divertido o filósofo soltou reflexões como “O conceito de desejo em Platão explica porque só desejamos trabalhar em uma única situação: quando estamos desempregados.  A gente faz de tudo pra encontrar um mundo que seja a origem de nossa alegria”.

O diretor administrativo da CBMM, Antônio Gilberto, falou com alegria sobre o VFliaraxá e já prometeu que virão outros festivais. “Nós apoiamos com a maior alegria e satisfação este festival que já faz parte do calendário cultural da cidade e que tanto contribui para o crescimento de todos os araxaenses. Principalmente, o concurso de redação, que teve mais de 4 mil alunos participando e o primeiro lugar foi conquistado por uma aluna de nove anos, neste tema tão importante como “O Amor, a Leitura e as Diferenças”.

A programação do VFliaraxá incluiu palestras e oficinas a cargo de escritores, jornalistas, artistas e pensadores como Leonardo Boff, Mario Sérgio Cortella, Frei Betto, Luiz Ruffato, Laurentino Gomes, Sérgio Rodrigues, Carlos Herculano Lopes, Clóvis de Barros Filho, Rodrigo Feres, Marcos Linhares, AcelyHovelacque, Eduardo Cilto, Eduardo Spohr, Fernanda de Oliveira, Tico Farpeli, Vladimir Safatle, ZackMagiezi, Alejandro Castañé, Ana Carla Fonseca, AscânioSeleme, Nelson Motta, Marcia Tiburi, Sérgio Abranches, Miriam Leitão, João Paulo Cuenca, Josemar Gimenez, Paula Pimenta, Thalita Rebouças, Sergio Vaz, Jô Oliveira, Milton Hatoum, Isabela Noronha, José Santos, Lucrécia Leite,Eliardo França, Mary França, Marilda Castanho, Nelson Cruz, MV Bill, Macaé Evaristo, Marco Haurélio, Paulo Netho, Paulo Werneck, Rodrigo Faria e Silva e Salatiel Silva. Autores internacionais também integram a programação: o italiano Roberto Parmegianni, os portugueses Tatiana Salem Levy e José Pinho, e o americano William C. Gordon.

E os autores de Araxá, Jower Henrique Carneiro, Leila Ferreira, Taty Ferreira, Canarinho, Luiz Humberto França, Dirceu Ferreira, Dilse Carneiro, Glaura Teixeira Nogueira de Lima, Hermes Honório da Costa, Heleno Álvares, José Otávio Lemos, Márcio Antônio de Paula Duarte, Odone Rios, Rafael Nolli, Tarcísio Cardoso, Mara Senna, Líria Porto e Luiz Sayegh.

Notícias relacionadas

Deixe um comentário: