Folia exige alimentação nutritiva, leve e energizante

Folia exige alimentação nutritiva, leve e energizante

Durante os quatro dias de Carnaval, a alimentação é um dos aspectos que merece atenção especial. Segundo a nutricionista do Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG), Mara Diana, o indicado é conciliar um cardápio nutritivo, leve e energizante.

“O folião não deve ficar só na saladinha, pois vai precisar de energia para pular todos os dias, mas também não deve exagerar na alimentação para não passar mal,” destaca.

O ideal é não comer em grande quantidade de uma só vez. A nutricionista explica que as pessoas devem comer em menor quantidade e mais vezes por dia, intercalando entre as refeições muita água. Além disso, devem priorizar uma alimentação saudável com boa quantidade de frutas, verduras e legumes, cereais integrais, carnes brancas e água.

Para que a folia não termina antes da hora, ao optar por alimentos preparados na rua e deixados expostos, como cachorro-quente, hambúrgueres e salgados fritos, é indispensável que eles sejam muito bem preparados e armazenados. “Esses alimentos podem estar contaminados por bactérias nocivas que causam intoxicação alimentar,” pontua Mara.

Bebidas alcoólicas devem ser consumidas com moderação e evitadas se o folião estiver com o estômago vazio. “É imprescindível ainda reforçar a hidratação durante e depois de ingerir essas bebidas,” ressalta a nutricionista.

Pique para comemorar

Durante a folia, para repor as energias, Mara Diana indica alimentos rápidos que podem ser levados junto com o folião como as barras de cereais, frutas secas (banana, ameixa, uva passa, maçã, abacaxi) e castanhas (amendoim, caju, nozes, avelãs etc).

Alimentos estimulantes devem ser evitados, pois contêm grandes quantidades de cafeína, o que pode causar taquicardia, irritação e mal-estar, além de não fazerem bem ao organismo.

Desidratação

Nesse período, a desidratação é muito comum tendo em vista as atividades exercidas, exposição ao sol e a grande quantidade de suor liberado, por isso é importante hidratar antes, durante e depois da folia. “Mais de oito copos de água são recomendados. Assim como água de coco, frutas como melancia e melão e sucos naturais, que, além de conterem água, contêm vitaminas e minerais,” explica a nutricionista.

Alimentos como salgadinhos, frituras, queijos e carnes gordas, embutidos e condimentados devem ser evitados. Esses alimentos contribuem para a desidratação por conterem grandes quantidades de sal, além de exigirem um esforço maior para serem digeridos pela quantidade excessiva de gordura.

Em caso de diarréia, o soro caseiro pode ser uma solução. Basta misturar em um copo d’água, uma colher (sopa) de açúcar e uma colher de (chá) sal. No entanto, se for persistente, o médico deverá ser consultado.

Notícias relacionadas