Fórum Comunitário discute a quantidade de cães de rua em Araxá

Fórum Comunitário discute a quantidade de cães de rua em Araxá

Por meio de solicitação do Vereador Romário do Picolé, foi realizado nesta semana, na Câmara Municipal, um Fórum Comunitário para tratar sobre os cães de rua em Araxá. A reunião foi presidida pelo vice-presidente, Fabiano Santos Cunha e contou com a participação dos vereadores Alexandre (Irmãos Paula) e Mauro do Detran.

Também se fizeram presentes a vice-prefeita e secretária de Saúde do município, Lídia Jordão; o Major da Polícia Militar, Fernando Reis; o Sargento Lúcio, do Corpo de Bombeiros e o presidente do Conselho Municipal de Saúde, Elias Pedro Vieira.

Romário Galdino afirmou que o grande número de cães de rua na cidade pode ser explicado pela falta de planejamento do poder público nos últimos anos. Para o vereador, a situação pode ser revertida com políticas públicas por parte do centro de zoonoses, estímulo à castração, vacinação, posse consciente e criação de um conselho municipal.

Para Mauro do Detran, a castração deve ser encarada como prioridade no momento. Mauro também sugeriu um levantamento preciso da população de cães de rua, visando ações mais planejadas. O vereador Alexandre lembrou que esta é uma responsabilidade de todos e deu ênfase à questão da conscientização.

A vice-prefeita Lídia Jordão lembrou que a construção de um canil demanda tempo, e que uma medida com resultado mais imediato seria um espaço destinado à esterilização desses animais.

Coordenadora do projeto voluntário Castração Evolução, Ludmila Antunes disse que a população de cães em Araxá está fora do controle, e que a situação é alarmante. Onilda Soares, integrante da equipe responsável pelo Abrigo Mão de Assis, cobrou um programa de castrações e um abrigo municipal com estrutura adequada.

Notícias relacionadas