Super banner
Super banner

Fusion fecha 2011 como líder do segmento

Fusion fecha 2011 como líder do segmento

Ford Fusion

A Ford anuncia dois marcos importantes do modelo Fusion: a liderança em 2011 entre os sedãs grandes de luxo e o primeiro ano completo de vendas da versão híbrida, hoje a única comercializada regularmente no mercado brasileiro. Esses resultados consolidam o Ford Fusion como o modelo de maior sucesso de sua categoria, além de introduzir a nova tecnologia no país.

No segmento de sedãs grandes de luxo, cujos principais competidores são Azera, Sonata, C5, Camry, Passat e Accord, o Ford Fusion fechou 2011 com 35,5% de participação. Desde o seu lançamento, o veículo da Ford tem disputado a liderança do segmento.

O Ford Fusion oferece quatro versões com motores a gasolina: o 2.5 16V de quatro cilindros, o 3.0 V6 com tração total (AWD) ou dianteira (FWD) e o Hybrid. “O Fusion reúne o que há de mais avançado em requinte, conforto e eficiência. Por ter o maior leque de opções e o melhor preço da categoria, consegue atender diferentes perfis de consumidores”, diz Adriana Carradori, gerente de Marketing do Produto da Ford.

Fusion Hybrid

A linha comemorou também o primeiro ano no mercado do Fusion Hybrid, campeão em economia de combustível. Embora ainda com volumes pequenos de venda, esta versão teve a responsabilidade de trazer a inovadora tecnologia híbrida.

O Ford Fusion Hybrid trouxe um padrão inédito de economia de combustível, tratando-se de um carro grande de luxo: faz até 16,5 km/l na cidade e 19,4 km/l na estrada. Sua tecnologia combina um motor a gasolina 2.5 L de ciclo Atkinson, um motor e um gerador elétrico integrados na transmissão, com bateria de níquel metal de alta tensão. A partida é feita com tração elétrica e o motor a gasolina entra em operação em velocidades acima de 75 km/h, ou quando é preciso recarregar a bateria.

O sistema de freios regenerativos recupera até 94% da energia de atrito para recarregar a bateria. O ar-condicionado elétrico é outra inovação que contribui para a economia de combustível.

Notícias relacionadas