Super banner

Ganso perde e fica distante de vaga na elite do Campeonato Mineiro

Ganso perde e fica distante de vaga na elite do Campeonato Mineiro

O sonho de garantir uma vaga para elite mineira ficou ainda mais difícil. Neste sábado (2), o Araxá Esporte perdeu no estádio municipal Fausto Alvim por 1 a 0 para o Uberlândia pela 6ª rodada do hexagonal final do Campeonato Mineiro do Módulo II e agora não depende só de si para obter o acesso.

Além de vencer todos os jogos, o Ganso depende de tropeços de Social, Tricordiano, América, de Teófilo Otoni e Uberlândia, times que estão à frente do Araxá.

No primeiro tempo, o Ganso confirmou a expectativa de pressionar a equipe do Uberlândia. Aliás, o jogo era para ter destacado os atletas, mas a arbitragem de Erik Geovanni Fernandes foi um capítulo a parte da etapa inicial.

Adotando um critério diferenciado em lances com atletas do Araxá envolvidos, o árbitro acabou irritando os donos da casa. Um exemplo disso foi a expulsão do atacante Dalmo que, segundo a comissão técnica do Araxá, não merecia levar cartão vermelho, e desfalcou o time para o restante da partida.

No intervalo, uma confusão. A partida só recomeçou depois de 24 minutos por falta de ambulância no local. A unidade estava prestando atendimento a um jogador do Uberlândia. Mas antes disso teve muito bate boca entre jogadores e diretorias de Araxá e Uberlândia.

Quando a bola rolou para segundo tempo, o Araxá Esporte continuou pressionando o time visitante. No decorrer da etapa final, o treinador Wallace Lemos colocou jogadores ofensivos Serginho, Marcelinho e Paulo Henrique e, ambos, se esforçaram em campo, mas não entraram bem no jogo.

Aos 35 minutos, Jackson Five aproveitou um chute em sua direção, desviou e marcou o gol da vitória do Uberlândia.  

Com um a menos e o Uberlândia todo retrancado na defesa, o placar de 1 a 0 contra a equipe do Araxá persistiu até o apito final.

Nesta rodada, o Social venceu o Tricordiano por 1 a 0 e assumiu a liderança. Já o Ipatinga empatou com América, de Teófilo Otoni, pelo marcador de 1 a 1.

Ficha técnica

Araxá: Flávio Moranga; Raniel, Levi, Cássio e Fernandinho; Marcus Pinguim, Rodrigo Cassimba, Ramon (Serginho) e Vander (Marcelinho); Daniel Marins (Paulo Henrique) e Dalmo. Treinador: Wallace Lemos.

Uberlândia: Clebão; Renan, Andrezão, Fernandão e Vandinho; Jordã, Elivelton, Léo Paraíba (Jackson Five) e Alê; Marcelo Régis (Fábio) e Marcus Nunes (Duduzinho). Treinador: Paulo César Catanoce.

*Classificação

1° Social – 11 pontos

2° Tricordiano – 10 pontos (12 gols marcados – 11 sofridos = +1)

3° América TO – 10 pontos (10 gols marcados – 11 sofridos = -1)

4° Uberlândia – 9 pontos

5° Araxá – 5 pontos (7 gols marcados – 10 sofridos = -3)

6° Ipatinga – 5 pontos (4 gols marcados – 7 sofridos = -3)

*Em seis jogos disputados do hexagonal final do Módulo II, Social, Tricordiano, América, de Teófilo Otoni, e Uberlândia tem três vitórias, e Araxá e Ipatinga, somente uma vitória.

Fonte: Na Batida do Esporte 

Notícias relacionadas