Super banner
Super banner

GEF vence o Vila e se classifica por antecipação

O GEF conquistou a vaga nas semifinais com dois jogos de antecipação, ao vencer o Vila Nova, na manhã de hoje (14), na AEF. As defesas de Robert garantiram o empate sem gols no primeiro tempo e a falha de Dida entregou os três pontos ao GEF. Com a derrota, o Vila, que está empatado com os mesmos sete pontos do Ferrocarril, estaciona na terceira colocação por ter maior saldo e vê o Internacional encostar com seis pontos, na 5ª colocação.

Resultados e classificação da segunda fase da 1ª Divisão

Só dá Vila

Desatento em campo, o GEF viu o Vila Nova ser mais presença e dar trabalho ao goleiro Robert. A seqüência de gols perdidos e boas defesas começou logo aos 9 minutos. Pingüim recebeu lançamento pela direita, ganhou da defensiva Alviverde, e cruzou para Deninho, livre de marcação, dominar e chutar em cima de Robert, que saiu bem do gol.

Aos 25, Caio Xaropinho cobrou falta, a bola desviou na barreira e Robert, mais uma vez, apareceu para fazer uma defesa difícil no contrapé. E a manhã do arqueiro do GEF estava inspirada. Aos 34, Pingüim chutou forte e rasteiro no canto direito do goleiro, que novamente evitou o gol do Vila.

O Tricolor do bairro Santo Antônio não via dificuldades em envolver o GEF e desarmar as tentativas da equipe, com uma grande atuação de Caio Xaropinho pelo meio. O Alviverde passou todo primeiro tempo na defensiva e, mesmo assim, por pouco não saiu à frente no marcador. Aos 45, Ítalo cruzou na medida para Alex Rodrigues acertar o travessão de Dida.

Dida falha e Alex agradece

Rafael Bundinha ganhou a posição de Luciano Tapira no meio-campo, deu mais qualidade no passe e nas saídas de bola da equipe do treinador Cláudio Macedo. A primeira chance do GEF veio com Rafael chutando forte por cima do gol de Dida, após boa triangulação com Lucas e Rodrigo. Comandado pelo camisa 10, Thiago Humberto, o Vila levou perigo ao gol de Robert em três escanteios consecutivos afastados pela defensiva.

Sem apresentar um bom futebol, Flaviano deu lugar a Serginho na equipe do GEF. O atacante entrou e já levou perigo à Dida. Aos 31, Serginho chutou de esquerda, Dida rebateu, e Rodrigo só não deixou o dele porque perdeu o ângulo; Wilton Sargento apareceu para evitar a seqüência no lance.

A vitória do GEF veio através de mais uma falha de Dida. Aos 36, Rodrigo chutou cruzado e o goleiro bateu roupa na frente dos atacantes Serginho e Alex Rodrigues, os dois dividiram a bola e marcaram praticamente juntos o gol da vitória. O árbitro Nivaldo de Souza deu o gol para Alex Rodrigues, que vibrou muito.

Ficha técnica

GEF: Robert, Ítalo (Frederico), Hélio, Dedé e Jean Dener; Luciano Tapira (Rafael Bundinha), Marcos Jr., Lucas, Flaviano (Serginho); Alex Rodrigues e Rodrigo.
Treinador: Cláudio Macedo.

Vila Nova: Dida, Paulo André, Rafael Carezzato, Wilton Sargento e Thiago Piriá (João Paulo); Dudu,Caio Xaropinho e Deninho (Diogo), Thiago Humberto; Pingüim  e Careca.
Treinador: Marcão.

Árbitro: Nivaldo de Souza.
Auxiliares: Mauro Viriato e José Maria da Silva.

Gol: Alex Rodrigues, aos 36 do 2º tempo.

Notícias relacionadas