Hélio Costa destaca Telecentros e internet em escolas de Araxá

Hélio Costa destaca Telecentros e internet em escolas de Araxá

O ex-ministro das Comunicações e pré-candidato ao governo de Minas Gerais pelo Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB), Hélio Costa, esteve em Araxá nesta sexta-feira (9). Ele se reuniu com o vice-prefeito, pré-candidato a deputado estadual e delegado regional do PMDB, Miguel Alves Ferreira Júnior, e demais lideranças políticas para tratar sobre as eleições de 2010. Durante o contato com a imprensa, Hélio Costa destacou a implantações dos três Telecentros da cidade e de internet banda larga em todas as escolas públicas do município.

De acordo com o pré-candidato, o governo federal conseguiu atingir metas importantes em Araxá. “Todas as escolas públicas de Araxá estão conectadas à internet banda larga graças a convênio entre o Ministério das Comunicações e empresas telefônicas. Temos também três Telecentros implantados na cidade que funcionam como um ponto de pesquisa para nossos estudantes e de apoio aos lojistas”, afirmou.

“Esses dois projetos são fundamentais para inclusão social, inclusive, outras cidades do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba também foram contemplados. Mas Araxá é foco de referência para que Araxá possa melhorar sua estrutura econômica e turística. Araxá tem que ser divulgada internacionalmente por suas riquezas”, acrescentou o ex-ministro.

Sobre as eleições de 2010, Helio Costa ressalta que o momento é de construir alianças políticas. “Estamos dentro do PMDB trabalhando junto com os partidos da base aliada e temos conversado quase todos os dias com as lideranças do PT, mas também com outros partidos como o PDT. Estamos trabalhando por uma grande união que possa destacar lideranças regionais como a possível candidatura do Miguel Junior aqui à deputado estadual, que seria muito importante no processo”, ressalta o ex-ministro.

Sobre os projetos destacados em Araxá

Os Telecentros são espaços para o aprendizado, onde são oferecidos cursos de informática, capacitação profissional e inclusão digital as crianças, adolescentes, jovens, adultos e idosos de toda a comunidade.

Todas as escolas públicas do município já foram contempladas com o programa do governo federal Banda Larga nas Escolas. Internet com maior velocidade é instalada para viabilizar novos processos pedagógicos, fazendo com que os alunos possam usar os laboratórios de informática para pesquisas e diminui a exclusão digital que atinge, principalmente, os alunos de escolas públicas que não tem computadores em casa.

PMDB versus PT

A Executiva Estadual do PMDB definiu o prazo para aguardar a decisão do PT sobre uma possível coligação para as eleições deste ano – o dia 20 de maio, quando vai acontecer o 2º Encontro Regional do PMDB de 2010. De acordo com o presidente do partido em Minas, o deputado federal Antônio Andrade, que acompanhou Hélio Costa em visita a Araxá, se até lá o PT não tiver se decidido, o PMDB vai lançar a candidatura do ex-ministro das Comunicações Hélio Costa e definir as coligações com outras legendas.

“Acreditamos que se o Patrus (Ananias) e (Fernando) o Pimentel não chegarem a um acordo até 20 de maio, isso não vai acontecer mais. E dividido, o PT não tem como se coligar”, disse.

A demora do PT mineiro já é avaliada pelo PMDB como um dos entraves à pré-candidatura de Hélio Costa. “Para o prejuízo não ser maior, vamos continuar trabalhando sozinhos. Como a preferência de composição é com o PT, não podemos negociar com os outros partidos. Não podemos oferecer, por exemplo, a posição de vice ou a de candidato ao Senado. Por isso que estamos preparando a nossa campanha e fazendo nosso trabalho”, afirmou o deputado.

Para Antônio Andrade, o PT de Minas complica não só as chances da oposição de superar a candidatura governista à reeleição, mas também a pré-candidatura da ex-ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, à Presidência da República.

“O Lula já manifestou interesse de palanque único em Minas. Mas com a indefinição do PT não existe a possibilidade de união da base governista no Estado. O PT não consegue superar as divergências internas e isso torna impossível qualquer conversa sobre aliança”, disse.

Notícias relacionadas