Homem chama a polícia após discutir com patrão

Homem chama a polícia após discutir com patrão

Nesta quarta-feira (4), por volta das 10 h, a Polícia Militar (PM) foi chamada em uma loja na avenida Amazonas, bairro Alvorada, onde o solicitante de 30 anos, que trabalha na loja, relatou que na semana anterior teve uma discussão com seus patrões, pois um deles havia chamado a sua atenção pelo fato de ter chegado atrasado ao trabalho, disse que o funcionário poderia passar no escritório da empresa para acertar as contas e sair da firma.Diante do fato, o solicitante teria deixado o local de trabalho e ido embora.Nesta semana o funcionário procurou novamente os patrões para tentar resolver o problema, foi então informado que não era mais bem vindo à empresa e que já havia sido contratado outro profissional para o seu serviço.

Os patrões negaram ter demitido o funcionário. Alegaram que o solicitante abandonou o emprego e pediu contas. O funcionário permaneceu na loja dizendo que não pediu demissão. Durante a discussão os patrões disseram que ele poderia ficar no local, porém não iria fazer nada mais ali, sendo inclusive dito aos demais funcionários que evitassem conversas com ele.

O solicitante contou ainda que foi ao escritório com um boleto particular pedir um adiantamento de salário para pagar tal boleto e que foi retirado da sala pelo patrão de forma truculenta, por isso chamou a PM no local.

Diante das desavenças, patrão e empregado foram orientados a procurar a justiça trabalhista para resolver o impasse.

Notícias relacionadas