Super banner
Super banner

Homem é detido o com mais de 1 milhão na BR-262

Homem é detido o com mais de 1 milhão na BR-262

Polícia Federal Araxá

DA REDAÇÃO – Um homem foi detido nesta terça-feira (9) pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Araxá com uma grande quantia de dinheiro. Avilmar de Araújo Costa, de 49 anos, estava com mais de 1,1 milhão em notas de Real e Euro, além de três cheques no valor de R$ 58 mil cada em nome da Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso.

Ele foi abordado em um veículo Jeep Cherokee com placa de Cuiabá, juntamente com outras três pessoas. O dinheiro foi localizado dentro do porta-malas, cerca de R$ 790 mil em notas de R$ 50 e R$ 100, 50 mil em notas de Euro e os cheques.

Avilmar disse que o dinheiro seria para comprar um apartamento em Betim, mas os agentes da PRF desconfiaram. Em seguida foi realizada uma busca detalhada no interior do veículo e foi constatado que os cheques haviam sido assinados pelo deputado estadual José Geraldo Riva (PSD-MT), que é acusado de corrupção em vários processos.

Sobre os cheques, ele disse que havia achado no chão e não informou outros dados. Vale lembrar que o deputado José Riva é o atual presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso.

Diante dos fatos, o homem foi detido e encaminhado para a Polícia Federal em Uberaba, que vai investigar a procedência do dinheiro, mas acredita que os valores possam ser oriundos de esquemas de corrupção. 

A Secretaria de Comunicação da Assembleia de Mato Grosso encaminhou uma nota à imprensa sobre o caso. 

Sobre a notícia da prisão de um cidadão que portava cheques da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, em uma rodovia federal no estado de Minas Gerais, informamos que;

1) O Poder Legislativo de Mato Grosso há mais de 10 anos não emite cheque para nenhum tipo de pagamento;

2) Qualquer pagamento realizado pela Assembleia Legislativa, independentemente da despesa – seja de serviços, folha de pagamento, despesas, e outros – é feito em sistema online e

disponibilizado no portal transparência;

3) A Assembleia Legislativa vai aguardar o resultado das investigações para poder prestar maiores informações acerca dos cheques encontrados.

Cuiabá, 09 de abril de  2013.
 
Secretaria de Comunicação da AL-MT

Notícias relacionadas