Homenagem aos 150 anos de Araxá, livro promete revelar ângulos inéditos da cidade

Homenagem aos 150 anos de Araxá, livro promete revelar ângulos inéditos da cidade

Um livro para fazer história e revelar a alma de Araxá por meio de fotos. Para marcar o aniversário da cidade, comemorado em 2015, o escritor e jornalista Luiz Humberto França lança em novembro sua mais nova obra: “Araxá, 150 anos – História, Cultura e Desenvolvimento”. Um conjunto de fotos e textos organizados para homenagear o sesquicentenário.  “A intenção é que a obra faça parte do acervo de escolas, associações de bairro, bibliotecas e universidades. Com a finalidade de ser utilizada em pesquisas. Tanto que a qualidade, o acabamento, o papel, tudo foi pensado para ser algo duradouro”, explica.

O desafio do jornalista e da equipe do projeto, formada por mais de 20 profissionais, foi tratar o tema de forma criativa e dinâmica. O leitor, ele garante, não vai se deparar com o cartão postal tradicional. “Vamos retratar Araxá, sem ficar na mesmice, buscamos fotos diferentes, ângulos diferentes, detalhes que ninguém presta atenção no dia a dia.  Os locais são os mesmos, só a abordagem que é diferente”, afirma França.

O livro, viabilizado por meio da Lei Federal de Incentivo a Cultura realizada pelo Ministério da Cultura, tem o patrocínio da CBMM – Companhia Brasileira de Metalurgia e Mineração. Toda a tiragem de 1.000 exemplares será distribuída gratuitamente para a comunidade araxaense e também para as principais bibliotecas do país e entidades do estado de Minas Gerais. “Com isso, vamos divulgar Araxá além de suas fronteiras. Na verdade é um presente que todos os envolvidos no projeto dão para a cidade neste momento especial”.

Audiobook

Também faz parte do projeto um audiobook, que garante o acesso integral ao conteúdo a pessoas com deficiência visual. O trabalho estará disponível, também de forma gratuita, em um site, onde o internauta poderá ter acesso exclusivo a fotos inéditas que não foram incluídas no livro.

O autor

Luiz Humberto França, ou apenas França como é conhecido no meio jornalístico é mineiro de Araxá. Como escritor lançou no inicio de 2015 “Telejornalismo no interior – A arte de fazer mais com menos”, pelo selo artigo A da Editora Gulliver. Há 30 anos atua no interior do Estado, tendo trabalhado em rádio, jornais e assessoria de imprensa. Atualmente é gerente de jornalismo da TV Integração, afiliada Globo em Araxá e Divinópolis.

Notícias relacionadas

Deixe um comentário: