Imóveis desapropriados pela Prefeitura, na Rua Uberaba, estão sendo demolidos

Imóveis desapropriados pela Prefeitura, na Rua Uberaba, estão sendo demolidos
A Prefeitura de Araxá iniciou os serviços de demolição de 11 imóveis que darão lugar ao viaduto a ser construído na Rua Uberaba com Av. João Paulo II. Após estudo de viabilidade de trânsito naquele setor, a administração municipal decidiu pela implantação do novo equipamento público visando desafogar e melhorar o trânsito entre o centro da cidade e as vias de acesso à região Oeste, Distrito Industrial e BR 262.

A demolição dos imóveis está sendo coordenada pela Secretaria Municipal de Obras Públicas e Mobilidade Urbana. Anterior à esta etapa, em outubro de 2017, o Prefeito nomeou uma comissão, presidida pelo Secretário de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Inovações Tecnológicas, Geraldo Lima Júnior, para as tratativas com os proprietários dos imóveis. Durante várias reuniões, entre comissão e interessados, foram debatidos a forma e o melhor, sem qualquer prejuízo para as partes envolvidas.

Segundo um dos moradores, que teve sua casa desapropriada, o aposentado Francisco de Assis Siqueira, a negociação da Prefeitura com os moradores foi tranquila. “Particularmente, o valor da minha casa foi interessante, comprei outra casa e pude até levar meu cunhado para morar conosco. Tenho até que agradecer a Prefeitura, através do senhor Geraldo Lima Júnior, que foi honesto e sincero com todos desde o início, fez tudo para dar certo, com muita paciência com nós, proprietários”, lembra o aposentado.

Para o prefeito Aracely, a construção do viaduto representa a confiança de Araxá no seu potencial de crescimento econômico. “Uma obra extremamente necessária para a nossa população, é um investimento para agora e também para o futuro. Estamos pensando na mobilidade urbana, na melhoria do trânsito e segurança de todos, por isso fizemos estudo detalhado do fluxo naquele local e o diagnóstico aponta para esse caminho”, destaca.

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *