Incubadora de Empresas do Cefet-MG é inaugurada em Araxá

Incubadora de Empresas do Cefet-MG é inaugurada em Araxá

O Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais (Cefet-MG) inaugurou nesta tarde (12) o projeto Nascente Incubadora de Empresas em Araxá, O projeto é voltado para o desenvolvimento de quatro empreendimentos (primeira etapa) propostos por acadêmicos do Cefet ou qualquer pessoa que tenha a intenção de lançar o seu negócio de cunho tecnológico, que terão aporte financeiro da Fundação de Amparo à Pesquisa de Minas Gerais (Fapemig).

O edital será lançado em agosto e a incubadora irá funcionar no Centro de Formação Profissional Júlio Dário / Centro Vocacional Tecnológico (CVT) de Araxá para a difusão da cultura empreendedora e de inovações tecnológicas.

O projeto conta com uma equipe multidisciplinar que presta serviços de assessoria e suporte, visando ao atendimento de empresas residentes em questões tecnológicas, gerenciais e administrativas. O objetivo da Nascente é servir como suporte estrutural para o desenvolvimento de empreendimentos de base tecnológica.

Araxá e a terceira cidade de Minas a ter uma unidade da Nascente Incubadora de Empresas, presente também em Belo Horizonte e Divinópolis. Outras duas unidades serão instaladas em breve em Nepomuceno e Leopoldina.

A mesa diretora do evento foi composta pelo diretor de Extensão e Desenvolvimento Comunitário do Cefet-MG, Carlos Roberto Alcântara de Rezende; pelo coordenador de Transferência de Tecnologia do Cefet-MG, André Luiz Gomes; pelo diretor do Cefet em Araxá, Vicente Donizetti da Silva, pelo presidente do Centro de Formação Profissional Júlio Dário, Sérgio Luiz Azevedo Goulart; e pelo vice-presidente da Loja Maçônica Luz e Progresso, Rosenvaldo Luiz Borges.

“Somente em Belo Horizonte o projeto apoiou o desenvolvimento de mais de 30 produtos novos, além de alguns novos empreendimentos, com uma criatividade muito grande dos alunos. Esses projetos depois são inseridos no mercado, com patente”, destaca Carlos Roberto.

“É um passo extremamente importante para aqueles que querem começar o seu próprio negócio. O Cefet Minas, já há alguns anos com a fundação da incubadora e com a história tecnológica que tem, oferece esta oportunidade, em parceria com o CVT, para quem deseja inovar tecnologicamente. As portas estão abertas, os escolhidos terão o subsídio necessário e todo o aporte tecnológico, administrativo e acadêmico para desenvolver o seu negócio”, acrescenta Vicente Donizetti.

“Estamos dando início a um novo marco que é a interiorização da incubadora. É preciso que o tenha uma base tecnológica. Basta ser criativo e o produto proposto não deve existir no mercado”, ressalta André Luiz.

Notícias relacionadas