Inscrições do programa Minha Casa, Minha Vida acontecem até o dia 17

Inscrições do programa Minha Casa, Minha Vida acontecem até o dia 17

Até o dia 17 deste mês, a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Humano promove o cadastramento das pessoas interessadas no programa habitacional Minha Casa, Minha Vida do governo federal, em parceria com a administração municipal. A partir do dia 18, a prefeitura entra em recesso e a continuação das inscrições vai depender de um posicionamento do prefeito Jeová Moreira da Costa.

O vice-prefeito e secretário municipal de Desenvolvimento Humano, Miguel Alves Ferreira Jr., disse no programa de rádio do secretariado que a construção das casas começará em breve. ”Nossa expectativa e a palavra de ordem do prefeito, junto à Superintendência da Caixa, é que essas casas comecem neste final de ano ou, mais tardar, no começo do ano que vem.”

Segundo Miguel Jr., as casas serão construídas no fundo do bairro Pão de Açúcar, próximo ao Jardim Natália, onde serão erguidas a maior parte das unidades, e próximo ao Abolição (fundo do aeroporto).

Até o momento, foram realizados 10, 8 mil cadastros e as pessoas que serão contempladas com o primeiro lote de 2 mil casas serão entrevistadas. De acordo com o secretário,  a entrega será feita de forma justa. “Acontece uma análise por assistentes sociais, é verificada a renda das famílias que deve ser de zero a três salários mínimos, maior número de membros nas famílias, quais moram em área de risco e uma série de critérios”, disse.

A secretaria ainda estuda o formato de entrevista com as famílias, mas provavelmente rçsd participarão da seleção através de grupos, separados por setor. As pessoas receberão correspondência da administração para comparecerem à prefeitura e o trabalho acontece em um prazo de três meses.

Quem não for contemplado no primeiro momento terá o cadastro mantido e ficará na espera por um segundo lote de casas. A intenção da administração é chegar a marca de 3 mil casas populares, como prometido em campanha pelo prefeito.

Cadastro

Os interessados devem se dirigir à Secretaria Municipal de Desenvolvimento Humano, com a carteira de identidade, CPF, título de eleitor e carteira de trabalho. As pessoas que só necessitam de kit de material de construção não precisam apresentar a documentação.

Notícias relacionadas