Super banner

Irmãos adolescentes brigam por causa de notebook e caso vai parar na delegacia

Irmãos adolescentes brigam por causa de notebook e caso vai parar na delegacia

Nesta terça-feira (9), por volta das 11h, a Polícia Militar (PM) compareceu à rua Orcalino José Carneiro, bairro Pão de Açúcar, onde, segundo denúncias, havia uma mulher gritando por socorro em uma residência. No local, os policiais depararam com a adolescente M.S., 16, sentada no chão da sala chorando e segurando o braço direito dizendo que havia sido agredida fisicamente pelo autor, que é irmão dela, o também adolescente J.H.S., 15.

Os adolescentes estavam sozinhos em casa e, segundo versão dos menores, a discussão e posteriores agressões ocorreram por causa de um notebook que era utilizado pela vítima, sendo que o autor queria utilizar o equipamento e naquele momento ela não quis cedê-lo.

O irmão a enforcou e por esse motivo o eletroeletrônico foi jogado no chão, ficando danificado. A partir daí, começaram as agressões como socos, empurrões, enforcadas e outras. O pai dos adolescentes compareceu ao local dos fatos, sendo o menor de 15 anos apreendido e encaminhado à Delegacia de Polícia Civil para as demais providências.

São Geraldo

Aluna é apreendida por agredir professora

Nesta terça-feira (9), por volta das 1h, a PM compareceu em uma escola na praça Fausto Barbosa, bairro São Geraldo, onde, segundo a diretora, houve um atrito envolvendo uma professora e uma aluna do 8º ano.

A professora A.C., 32, relatou aos policiais que ministrava aulas na sala do 8º ano quando em determinado momento avistou a aluna N.K., 13, comendo bolacha, sendo que lhe chamou a atenção dizendo que era para ela guardar o alimento, mas a menor se negou a cumprir, escondendo a bolacha entre as mãos e junto ao corpo.

Relatou ainda que ao tentar pegar a bolacha, seu braço encostou no rosto da menor e em seguida foi agredida com um tapa da aluna, que se levantou e saiu da sala. A menor disse que realmente estava com a bolacha e se negou a guardá-la e que a professora ao tentar tomar-lhe, realmente encostou o braço contra seu rosto.

Com a chegada de sua mãe, a menor contou outra versão aos policiais dizendo que a professora teria lhe agredido com tapas e por isso revidou. Colegas de turma da aluna confirmaram a versão da professora, dizendo que não houve agressão por parte dela contra a aluna.

Diante dos fatos, a adolescente foi apreendida e encaminhada à Delegacia de Polícia Civil na companhia de sua mãe.

Santa Mônica

PM prende envolvidos com o tráfico e apreende 139 pedras de crack

Nesta terça-feira (9), por volta das 19h, a PM recebeu uma denúncia relatando que o indivíduo J.S., 19, traficante conhecido no meio policial e solto há apenas uma semana, escondia drogas em um lote vago na rua Benedito Porto, no bairro Santa Mônica.

Diante das denúncias, os policiais foram até local, onde o autor de 19 anos costuma realizar a venda de entorpecentes, sendo ele encontrado juntamente com outros três indivíduos que também possuem envolvimento com drogas.

Com isso, os policiais foram até o lote da denúncia e apos intensa busca foi localizado um pacote contendo 139 (cento e trinta e nove) pedras de crack, todas picadas de tamanho idêntico e prontas para o comércio.

Diante das evidências, os policiais retornaram ao local, onde os indivíduos foram abordados, sendo todos presos e encaminhados à Delegacia de Polícia Civil para as demais providências.

Notícias relacionadas