Jane Porfírio assegura vaga em dois mundiais de triathlon

Jane Porfírio assegura vaga em dois mundiais de triathlon

Da Redação/Raphael Rios – A triatleta araxaense Jane Porfírio trouxe mais um resultado de grande expressão para a cidade. Ela participou da 1ª Etapa do Campeonato Brasileiro de Triathlon Olímpico em Ilhéus, na Bahia, no dia 4 de junho. A prova é seletiva para o Campeonato Mundial de Triathlon que será realizado em Pequim na China no mês de setembro.

Jane ficou em segundo lugar. “Foi maravilhoso. Para mim, foi uma prova muito dura, pois a largada aconteceu às 13h, num sol fortíssimo (de Ilhéus). Eu sofri muito porque fiquei sem treinar 20 dias devido a uma gripe muito forte que tive. Mas, o mais importante foi que consegui a convocação para o mundial na China e sou a atual líder do Ranking Brasileiro de Triathlon na minha categoria” destaca.

No ultimo sábado (11), Jane esteve no XTerra Brasil, em Manaus, e ficou com o primeiro lugar. Foi uma das etapas da Copa do Mundo e seletiva para o mundial do XTerra que será em Maui, no Havaí.

“Fui campeã na minha categoria e ainda estou maravilhada com tamanha beleza que vi por lá. O XTerra  de Manaus é o maior campeonato de triathlon off road do planeta. Fala se off road porque é um cross triathlon, ou seja, realizado em trilhas e em Manaus. Foi dentro da selva amazônica, na base de treinamento do Centro de Instrução de Guerra na Selva, onde são treinados os guerreiros de selva do Exército Brasileiro”, afirma.

Jane fez 1,5 mil metros de natação no Rio Negro, pedalou 30 quilômetros de mountain bike dentro da selva e correu 10 quilômetros de trilhas, também dentro da selva. “No mesmo tempo que eu estava ali, no meu limite, olhava para a beleza da vida, sentindo o cheiro da mata, passarinhos de todos os tipos cantando, macacos e todos os barulhos daquela selva que eu nem sabia o que era. Tomei um verdadeiro banho de natureza”, ressalta a atleta.

“Foi uma prova de pura superação, pois gastei 4 horas e 58 minutos para fazê-la. Ficar naquele sol, naquela umidade e naquela temperatura de 40 graus competindo esse tempo todo, para mim não foi fácil. Muita gente forte abandonou a prova. O que me dava força era a própria natureza, muito viva e presente naquele lugar. É de emocionar com tanta beleza da vida por lá”, acrescenta.

Jane assegurou duas convocações para campeonatos mundiais e se diz extremamente feliz, pois está vendo o resultado da luta, persistência e superação.

Notícias relacionadas