Jeová lança Alda Sandra para possível candidatura majoritária

Jeová lança Alda Sandra para possível candidatura majoritária

Alda Sandra Barbosa Marques

Da Redação – O prefeito Jeová Moreira da Costa lançou a secretária municipal de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Parcerias, Alda Sandra Barbosa Marques, como possível candidata a uma chapa majoritária nas eleições municipais de 2012. Ao ser perguntado pela imprensa nesta terça-feira (12) sobre o motivo do veto integral ao projeto Ficha Limpa para ocupantes de cargos comissionados e funções gratificadas no poder municipal, de autoria da vereadora Lidia Jordão (PP), Jeová afirmou que a proposta impediria um possível pleito da secretária, que é sua cunhada, ao cargo maior do Executivo municipal.

A proposta que engloba os poderes Legislativo e Executivo também inclui medidas para promover a vedação ao nepotismo, ou seja, a proibição de cônjuges, parentes por afinidade ou por adoção de ocuparem cargos próximos ao agente público ou nomeados por ele.

Em justificativa ao veto, o prefeito considerou louvável a iniciativa de Lídia Jordão “na busca do cumprimento do princípio constitucional da moralidade e transparência da coisa pública”, mas alega que “a redação (do projeto) da forma como se encontra esbarra nos princípios e previsões constitucionais e infraconstitucionais, tornando inviável a sua sanção”.

Segundo Jeová, existem pessoas que ainda estão com sentimento de politicagem. “Infelizmente temos pessoas com herança de politicagem. Dentro daquele projeto existe um item que, realmente, impediria a candidatura da secretária Alda Sandra ao Executivo na chapa majoritária, já que ela é minha cunhada. Por isso, vetamos por completo o projeto porque a cidade sabe a maneira que estamos administrando”, diz.

“A pessoa (Lídia) usou de um recurso para retirar a Alda a disputa da prefeitura em 2012. Nós estamos abertos para aparecer novas lideranças políticas que dêem continuidade à política de moralidade e transparência”, acrescenta o prefeito.

Ele diz a secretária tem mostrado um bom desempenho. “Não é eu que entendo que o artigo impediria a candidatura da Alda, foi o jurídico que me passou essa posibilidade. Não podemos bloquear uma pessoa que faz parte do nosso projeto Araxá a participar democraticamente do pleito de 2012”, afirma.

“Quanto mais candidato a prefeito tiver melhor e, caso eu não seja candidato à reeleição, queremos dar liberdade às pessoas da nossa confiança a dar continuidade ao nosso projeto. Mas, até então, eu sou candidato a prefeito em 2012”, destaca Jeová.

Notícias relacionadas