Jornal intitulado ‘Repórter do Trânsito’ aplica golpe em comerciantes

Jornal intitulado ‘Repórter do Trânsito’ aplica golpe em comerciantes

Na sexta-feira (12), por volta das 12h, compareceu à sede do 37º Batalhão de Polícia Militar (BPM) a solicitante I.R., 47 anos, alegando que havia sido procurada por duas pessoas com a finalidade de recolher uma contribuição para um jornal intitulado “Repórter do Trânsito” da cidade de Belo Horizonte.

A solicitante contou ainda que um representante do jornal fez contatos telefônicos anteriores solicitando a doação, alegando que estaria trabalhando em conjunto com a PM e Departamento de Estradas de Rodagem (DER) em campanhas de trânsito pelo Estado, tendo a solicitante desconfiado da campanha e procurado a Polícia Militar.

Como nem a PM e nem a Polícia Civil por meio do Detran estavam participando de qualquer campanha da forma como anunciada pelas suspeitas, os policiais foram até o estabelecimento comercial da vítima, onde autoras marcaram com ela para receber a doação no valor de R$ 600 que seria repassado. No local, em contato com duas suspeitas de 31 e 25 anos, estas alegaram que estariam a serviço da empresa de um homem de 59 anos apenas para entregar os materiais da campanha e recolher as doações.

Ainda segundo as envolvidas, haviam saído de Belo Horizonte na quarta-feira, dia 10 de julho, e deslocado para Uberaba e Uberlândia, cidades onde realizaram diversos recolhimentos de valores, e que receberiam uma porcentagem do valor arrecadado quando voltassem a Belo Horizonte, informando que não possuíam qualquer contrato de trabalho com a empresa responsável pelo recebimento das doações, pois era uma espécie de serviço avulso.

Após conferencia dos nomes das envolvidas e do possível proprietário da empresa, foi constatado que constava para autor de 59 anos, dono da empresa, dois mandados de prisão em aberto por prática de estelionato e ainda constavam dois boletins de ocorrência de possíveis práticas de estelionato envolvendo o tal jornal em outras cidades de Minas.

Ele também possui várias passagens nos sistemas policiais pela prática do mesmo delito de estelionato. Diante da situação, foi dada voz de prisão às autoras de 31 e 25 anos pela prática de crime, sendo apreendidos os materiais utilizados para convencimento das vítimas e do veículo utilizado pelas autoras, o qual, segundo estas, foi alugado pelo dono da empresa para que elas recolhessem as quantias.

Foi realizada também a apreensão de R$ 2.650 em dinheiro e R$ 1 mil em cheques, os quais foram recolhidos de vítimas das cidades de Uberlândia e Santa Juliana, conforme lista recolhida com as autoras.

Segundo as autoras presas, o contato com o dono da empresa para receber o serviço ocorreu em Belo Horizonte, bairro Santa Tereza, local onde possivelmente funciona a sede da empresa. Durante registro da ocorrência, compareceu na delegacia a vítima A.S.R., 41, do município de Santa Juliana, o qual alegou que as autoras pegaram com ele a quantia de R$ 250 em dinheiro referente à doação para a campanha, alegando ainda que recebeu uma ligação do autor de 59 anos, o qual dizia estar em parceria com a PM e Polícia Rodoviária na campanha educativa de trânsito e, por este motivo, aceitou realizar a doação.

Diligências estão sendo efetuadas na captura do autor de 59 anos.

Tiradentes

Residência de idoso é furtada

Na sexta-feira (12), por volta das 19h, a PM compareceu à Rua Erminda Soares de Lourdes, bairro Tiradentes, onde uma solicitante de 39 anos relatou que pessoas não identificadas entraram na residência de seu vizinho, que é idoso, e furtaram alguns mantimentos como arroz, feijão, açúcar, café e sal, além de um fogão e um sofá.

Os policiais verificaram que o idoso morador da residência vive em condições precárias, pois na casa não há água e luz elétrica, aparenta estar desnutrido e possui problemas mentais.

Os militares foram até a residência da irmã do idoso, tendo ela dito que está tentando interná-lo para tratamento médico. Ela não soube relatar a idade e outros dados sobre o idoso.

Nenhum suspeito foi localizado até o momento.

Centro

PM prende homem quem furtou supermercado

No sábado (13), por volta das 18h, a PM compareceu em um supermercado na avenida João Paulo II, Centro, onde, segundo um funcionário, estava trabalhando no local quando verificou pelo circuito interno do estabelecimento um indivíduo passando pelo caixa sem pagar algumas mercadorias.

Ao ser abordado do lado de fora, foram encontrados com ele dois pacotes de carne (picanha), sendo uma de 1,375 kg no valor de R$ 58,99 e outra de 1,270 kg no valor de R$ 50,67.

O funcionário contou ainda que no dia anterior o autor já havia praticado um furto no mesmo estabelecimento.

Também foram encontrados com o autor de 29 anos mais três pacotes de carne que não pertenciam ao supermercado.

Os policiais foram até outro supermercado que fica próximo, tendo um representante reconhecido a mercadoria como sendo do estabelecimento.

Com isso, o autor foi preso e encaminhado à Delegacia de Polícia Civil para as demais providências.

Centro

Travesti é preso por tráfico de drogas

No sábado (13), por volta das 22h, a PM realizava patrulhamento próximo a uma pensão na rua Manoel Francisco, Centro, local este alvo de várias denúncias acerca de prostituição e tráfico de drogas, onde viu três indivíduos no portão de entrada do referido estabelecimento e entre essas, um travesti de 21 anos, o qual ao ver a guarnição tentou entrar em um dos quartos, sendo impedido pelos policiais.

Ao procederem busca no quarto, os policiais localizaram duas pedras de crack, as quais se fracionadas renderiam aproximadamente nove pedras. Os policiais localizaram em algumas gavetas mais nove pedras de crack juntamente com um rolo de papel utilizado para a embalagem da droga, além de uma lâmina com resquícios e odor da mesma substância. Também fora arrecadada a quantia de R$ 79.

Diante do exposto, o indivíduo de 21 anos foi preso por tráfico de drogas. Quando os policiais estavam na delegacia juntamente com o conduzido, seu celular tocou e um indivíduo solicitou a ele uma pedra de crack em troca de uma blusa.

Diante disso, os policiais localizaram este indivíduo, que possui 19 anos, sendo encontrada com ele uma blusa feminina e também uma “marica” utilizada no consumo de entorpecentes.

Ele também foi encaminhado à Delegacia de Polícia Civil para as demais providências.

Notícias relacionadas