José Gino assume a presidência da Fundação Cultural de Araxá

José Gino assume a presidência da Fundação Cultural de Araxá

Da Redação/Jorge Mourão – O prefeito Jeová Moreira da Costa nomeou José Gino Borges (ex-diretor Pedagógico) como presidente da Fundação Cultural de Araxá (FCA). O ex Luiz Antônio Ribeiro Borges deixou a presidência da entidade para manter o seu irmão Durval Ribeiro Borges como diretor Executivo. Segundo José Gino, a nomeação se deu em função à recomendação do MP que apontou irregularidades na atual gestão do conselho diretor da entidade, que é a mantenedora do Centro Universitário do Planalto de Araxá (Uniaraxá).

Segundo José Gino, não houve alteração no atual estatuto da entidade e a sua nomeação foi feita por meio de um decreto-lei. “O prefeito achou por bem me nomear como presidente a partir do dia 24 de janeiro”, afirma.

Apesar de assumir a presidência da FCA há poucos dias, José Gino não sabe se ficará à frente da entidade pelos próximos dois anos, ou se o prefeito acatará de imediato o novo modelo de eleição proposta por uma comissão composta de diversos segmentos que constitui a FCA de natureza totalmente privada (o conselho diretor não seria mais nomeado pela administração pública).

“Temos a expectativa dessa mudança na composição do conselho diretor. No dia 21 a conclusão dos trabalhos foi apresentada ao prefeito, e cabe a ele vetar ou aprovar (a proposta). Acreditamos que ele vai votar a favor, a comissão fez um belo trabalho. A gestão atual (da FCA) assumiu muitos compromissos pela frente, mas cabe a ele (ao prefeito) definir se vamos cumprir os dois anos que estão faltando ou se vai interromper”, afirma o novo presidente.

Caso continue, ele afirma que não haverá grandes mudanças em relação à gestão do ex-presidente Luiz Antônio. “Eu já era gestor da instituição e trabalhava oito horas por dia. O que vai definir é que eu não vou mais trabalhar oito horas por dia, vou ficar como presidente, dando a minha parcela de contribuição gratuita para a sociedade araxaense. Meio período como presidente e cuidar da minha vida a parte”, afirma.

Dentre os destaques, José Gino cita a implantação dos cursos de engenharia de produção e ambiental, agronomia noturno, conclusão do prédio da reitoria, aquisição de mais de 4 mil títulos para a bilbioteca e acessibilidade para deficientes físicos.

Notícias relacionadas