Super banner
Super banner

Juninho questiona lentidão de diversas obras que estão sendo executadas pelo município

Juninho questiona lentidão de diversas obras que estão sendo executadas pelo município

Vereador Juninho da Farmácia

Terceiro orador da tarde, o vereador Juninho da Farmácia (DEM) abriu pronunciamento fazendo esclarecimentos sobre publicações na mídia em relação à instalação de uma fábrica de cerveja na cidade, relatando que os vereadores não estão contra o projeto e sim defende uma melhor análise sobre um projeto desse porte, contestando ainda que a empresa não apresentou todas as certidões requeridas pela Casa, em especial indagadas pelo vereador Roberto do Sindicato (PP).

Comentou que não existe projeto específico para instalação da fábrica, e sim compra a doação de área que seria para esta finalidade, deixando alerta que o projeto para esta finalidade contém erros. Indagou ainda que a Câmara não teve a necessidade de votar projetos para doação de outras áreas que foram feitas por decretos.

Outro assunto tratado pelo vereador sobre diversas coisas que estão sendo anunciadas pelo Município mas estão andando a passos de tartarugas. Especificou que há 15 dias fizeram carreata para anunciar chegada de caminhões de lixo, mas o serviço ainda tem deixado a desejar. Criticou ainda que a Praça da Juventude no bairro Urciano Lemos está em construção há mais de três anos e ainda não foi inaugurado, inclusive já necessita de reparos.

Comentou ainda sobre verba estadual do deputado Bosco que foi destinada para reforma de uma Creche Municipal e o mesmo ainda não feito. Falou também sobre a questão de placas denominativas de rua que estão faltando em diversos setores, recuperação da avenida Senador Montandon que já tem verba destinada e até agora nada foi feito, entre outras demandas.

Juninho ainda cobrou soluções sobre diversos furtos que têm ocorridos nas escolas da zona rural do Município, locais estes que estão sem vigilância.

O vereador também fez comentários a respeito da época em que foi favorável ao projeto que concedeu destinação de R$ 700 mil do Executivo para o filme “Vazio Coração” e que naquela oportunidade, em entrevista a uma rádio local, pediu desculpas caso a comunidade o julgasse errado, mas votou a favor pelo Município ter se comprometido a encaminhar projetos renovando convênio com diversas entidades assistenciais, mas lembrou ainda que outros cinco vereadores foram favoráveis ao projeto e não foram penalizados da mesma maneira. Relatou que se este filme não for apresentado no Festival de Cinema em setembro, vai cobrar devolução da verba.

Sobre esse assunto, lembrou de outro filme que será produzido tratando sobre a história da Dona Beja e deseja que esta iniciativa seja sucesso, pois será um produto que vai ser marcado para a cidade, e por outro lado, se o “Vazio Coração” realmente for lançado em setembro, que também seja sucesso.

Comentou também sobre da emenda que alterou a metragem de loteamento de 1 mil m² para 400 m² na lei de Parcelamento e Uso do Solo, tratando sobre um condomínio fechado que está previsto para ser construído em área na região do Barreiro, destacando diversos pontos do empreendimento e declarando apoio à iniciativa do vereador Fabiano Santos Cunha (PRB), autor da emenda.

Apresentou ainda projeto de lei que altera o artigo 7º e seus parágrafos da lei nº. 3.079/1996 (trata sobre alteração de logradouro público).

Indicações apresentadas pelo vereador.

– Segurança Pública – Calçamento na calçada à direita da Igreja Matriz de São Domingos que possibilitam acesso às garagens ali localizadas.

– Desenvolvimento Urbano – Capina ao entorno do campo do bairro Santa Terezinha.

– Copasa – Ligação de esgoto da Padaria Comunitária do Distrito de Itaipu junto à rede de esgoto já existente na comunidade.

– Saúde – Volta do atendimento normal de transporte de passageiros para Barretos (SP) no ônibus grande com sanitários.

– Segurança Pública – Pintura de faixa amarela de ‘Proibido Estacionar’ ao lado da Floricultura Araxá, na rua Major Tito, Centro.

– Segurança Pública – Implantação do semáforo de três tempos na avenida Getúlio Vargas, esquina com a rua Mariano de Ávila.

 

Notícias relacionadas