Justiça inicia mais uma série de julgamentos de crimes contra a vida

Justiça inicia mais uma série de julgamentos de crimes contra a vida

 

Justiça inicia mais uma série de julgamentos de crimes contra a vida
Na sexta-feira (5), o homem acusado de matar Tulio Maneira vai à Júri Popular.
A Justiça deu início, nesta segunda-feira (1º), a mais uma série de julgamentos de crimes contra a vida em Araxá. Durante esta semana, serão julgados quatro casos de homicídio. Os trabalhos são realizados no Tribunal do Júri, que fica na avenida Getúlio Vargas.
De acordo com o juiz Renato Zupo, as sessões são necessárias para dar andamento aos feitos que tratam de crimes dolosos contra a vida, consumados ou tentados. “Nós procuramos aglutinar vários julgamentos num só período por semestre para facilitar a infraestrutura e os trabalhos da casa”, diz.
O julgamento de hoje é o de um homem acusado de ter matado a ex-mulher em 2001, por não aceitar a fim do relacionamento. O Ministério Público denunciou o réu por ter cometido um homicídio consumado e duplamente qualificado por motivo fútil.

Na sexta-feira (5), será o julgamento de Denilson Fagundes Bento, de 38 anos. Ele é acusado de ter matado, em fevereiro de 2012, o

ex-assessor político, Túlio Maneira. 

A Justiça deu início, nesta segunda-feira (1º), a mais uma série de julgamentos de crimes contra a vida em Araxá. Durante esta semana, serão julgados quatro casos de homicídio. Os trabalhos são realizados no Tribunal do Júri, que fica na avenida Getúlio Vargas.

De acordo com o juiz Renato Zupo, as sessões são necessárias para dar andamento aos feitos que tratam de crimes dolosos contra a vida, consumados ou tentados. “Nós procuramos aglutinar vários julgamentos num só período por semestre para facilitar a infraestrutura e os trabalhos da casa”, diz.

O julgamento de hoje é o de um homem acusado de ter matado a ex-mulher em 2001, por não aceitar a fim do relacionamento. O Ministério Público denunciou o réu por ter cometido um homicídio consumado e duplamente qualificado por motivo fútil.

Na sexta-feira (5), será o julgamento de Denilson Fagundes Bento, de 38 anos. Ele é acusado de ter matado, em fevereiro de 2012, o ex-assessor político Túlio Maneira. 

Notícias relacionadas