Livro dos 150 anos de Araxá estará disponível em escolas e bibliotecas da cidade

Livro dos 150 anos de Araxá estará disponível em escolas e bibliotecas da cidade

Órgãos culturais receberão gratuitamente a obra para disponibilizarem em seus acervos, como fonte de pesquisas

Após o lançamento oficial do livro “Araxá, 150 anos – História, Cultura e Desenvolvimento” exemplares estarão à disposição da população em entidades, faculdades, escolas e bibliotecas de Araxá e de outras cidades do Estado. Todos estes órgãos culturais receberão gratuitamente o livro para disponibilizarem em seus acervos, como fonte de pesquisas.

As cinco bibliotecas públicas de Araxá, por exemplo, irão oferecer a obra a seus usuários. A diretora das bibliotecas, Maria José Chadu Assunção, conta que na Biblioteca Municipal Viriato Corrêa já houve, inclusive, procura pela obra. “Já teve uma pessoa procurando para a pesquisa, dissemos que receberemos em breve o livro. Tenho certeza que será um dos livros mais procurados”, conta.

Ela conta que a obra é fundamental para o acervo. “É extremamente necessário termos essa obra entre os nossos livros. Vamos fazer a divulgação dele e queremos ele aqui, com certeza”, ressalta Maria José.

O livro, viabilizado por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura realizada pelo Ministério da Cultura, tem o patrocínio exclusivo da CBMM – Companhia Brasileira de Metalurgia e Mineração. O autor, o jornalista Luiz Humberto França conta que a obra também estará disponível em locais de fácil acesso como pontos turísticos e cafeterias e o conteúdo e extras também podem ser acessados em meio virtual. “A população de Araxá do mesmo modo pode ter acesso ao livro através do site (www.araxa150anos.com.br). Esse site tem ainda um audiobook para facilitar a acessibilidade”, conta.

O site oficial do livro já está no ar. Atualmente disponibiliza informações sobre a equipe, curiosidades e fotos antigas. Nesta sexta (20) serão disponibilizados um conjunto de fotos inéditas que não foram incluídas na obra impressa e o audiobook.

Notícias relacionadas

Deixe um comentário: