Máfia é campeã do Ruralão

Máfia é campeã do Ruralão

Da Redação/Raphael Rios – Mais uma final do Ruralão e a história se repete. Confusão, paralização e briga. Infelizmente a decisão do campeonato foi marcada por esses fatos. A Máfia podia perder por até um gol que mesmo assim ficava com o titulo. Mas quando a bola realmente rolou, a equipe foi bem, venceu por 2 a 1 e tirou o grito de “É Campeão” da garganta da torcida que compareceu em grande número ao Fausto Alvim e apoiou a equipe o tempo todo.

O jogo corria bem com a Máfia dominando a partida. Até que os 34 minutos, depois de uma saída de bola, o goleiro Eli deu praticamente uma “voadora” rasteira no atacante da Máfia, que conseguiu se esquivar. Mas ai os jogadores da Máfia foram tirar satisfação e a confusão estabeleceu. Tapas, empurra-empurra, ameaças, policiamento em campo e mais de vinte minutos de paralisação.

Quando a bola rolou, o saldo foi de cinco expulsões. Dois jogadores do banco, além do volante Juliano pelo lado da Máfia. Já no Juventude, foram mais cedo para o chuveiro o goleiro Eli e o meia Ângelo.

No segundo tempo os dois times se preocuparam mais em jogar bola. Aos oito minutos Dalvan recebeu a bola pela direita e tocou na saída do goleiro. Mesmo com a vantagem, a Máfia não manteve a cabeça no lugar e teve dois jogadores expulsos. Leandro por demorar a deixar o campo levando o segundo amarelo e Daniel, que entrou no lugar de Buiu, e consegui ser levar dois amarelos em menos de um minuto e meio.

A vantagem numérica nas quatro linhas passou a ser do Juventude, que conseguiu diminuir com Marquinho, aos 21 minutos, mas viu Juninho Valeriano colocar a Máfia mais uma vez à frente no marcador dois minutos depois dando números finais ao jogo.  

A vitória foi mais do que suficiente para a Máfia ficar com o titulo do Ruralão 2011.

Ficha técnica

Máfia: Pacote, Dalvan, Bruno, Juninho Escova (Antônio Valeriano) e Guilherme (Marco Aurélio); Leandro, Juliano, Felipe (Julio) e Fabricio Buiu) (Daniel); Beto Moura (Rafael Ananias) (Caio) e Juninho.

Treinador: Antônio Valeriano.

Juventude Antinha: Eli, Francisco (Valdir), Marquinho, Lucinho (Carlos) e Fábio; Arnaldo (Carlinho), Graia (Fonseca), Aprigio e Angelo; Robinho e Robson (Tião).

Treinador: Cremildo.

Árbitro: João Mariano.

Auxiliares: Marco Antônio e Eliete Flávia.

Gols: Dalvan, aos 11 minutos, Marquinho, aos 21 e Juninho Valeriano, aos 24 minutos do 2° tempo.

Cartões amarelos: Graia (Juventude) e Leandro (Máfia)

Cartões vermelho: Thiago, Frederico, Leandro, Daniel e Juliano (Máfia); Eli, Leandro, Valdir e Ângelo (Juventude).

Notícias relacionadas