Miguel Jr. fala sobre o desvio de finalidade dentro do PCA

Miguel Jr. fala sobre o desvio de finalidade dentro do PCA

No segundo dia à frente da secretaria municipal de Desenvolvimento Humano, o vice-prefeito Miguel Alves Fereira Júnior já anuncia mudanças. Segundo ele, há dentro do Programa para Criança e Adolescente (PCA) desvio de finalidade na atuação  de aproximadamente 150 profissionais com carteira assinada. “Estive reunido com a promotora curadora da Infância e Juventude, Mara Lúcia Silva Dourado, que nos pediu para corrigíssemos esse problema”, diz.

Miguel explica que isso não quer dizer que os profissionais não estavam trabalhando, apenas que desempenhavam funções que atendiam casos fora da necessidade de crianças e adolescentes. “Vamos fazer um levantamento da situação e pedir a demissão dos profissionais que estão fora dos conformes junto à Secretaria Municpal de Planejamento e Gestão.”

O secretário afirma que eram gastos mais de R$ 1 milhão por ano para o pagamento de salário dessas pessoas. A partir de agora a verba será destinada exclusivamente para fins do PCA.

Cortes

O secretário anunciou cortes na equipe da secretaria, que no ano passado contava com 28 pessoas e passa a ter, em 2009, 14. De acordo com ele, a redução de 50% faz parte do plano de governo para um trabalho mais enxuto.

Notícias relacionadas