Minas Gerais registra queda no número de vítimas de homicídios em 2015

Minas Gerais registra queda no número de vítimas de homicídios em 2015

O número de vítimas de homicídios no Estado caiu 2,59% em 2015. Foram 4.177 mortes no ano passado, contra 4.288 em 2014. É a primeira vez que o Governo de Minas Gerais, por meio da Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds), divulga a quantidade de vítimas numa série de anos completos. Antes, os dados disponíveis expressavam o número de registros, sem somar o número de vítimas de homicídio por registro.

Em 2015, por exemplo, houve 4.032 registros de homicídios, 2,89% a menos do que os 4.152 de 2014. Os números de vítimas de homicídios foram inseridos no site da Seds também para os anos de 2013 e 2012, estando disponíveis para consulta pelos cidadãos em geral.

Em 2015, também houve queda na taxa de vítimas de homicídios por 100 mil habitantes: -3,22%. O índice foi de 20,02, para uma população no Estado estimada pelo IBGE em 20.869.101 habitantes. Em 2014, a taxa foi de 20,68, para uma população de 20.734.097 habitantes.

A estatística de criminalidade de Minas Gerais é produzida pelo Centro Integrado de Informações de Defesa Social (Cinds) da Seds. Nos próximos dias, serão divulgados os dados de 2015 dos demais crimes violentos.

Belo Horizonte

O ano de 2015 foi marcado por uma forte redução dos homicídios no município de Belo Horizonte: 22,42%. Foram 609 vítimas no ano passado, contra 785 em 2014. Considerando os registros, a queda foi de 22,91%, de 755 para 582. Diferentemente do restante do Estado, a estatística de homicídios de Belo Horizonte, não se limita aos registros primários (Registros de Eventos de Defesa Social, os antigos B.O’s), mas compreende um cruzamento com os inquéritos abertos pela Polícia Civil.

A taxa de homicídios, expressos em número de vítimas por 100 mil habitantes, também declinou expressivamente em Belo Horizonte em 2015: -22,78%. O índice foi de 24,34 no ano passado para uma população de 2.502.557 habitantes, contra 31,51 em 2014, para uma população de 2.491.109 habitantes.

Principais municípios

Na maioria dos municípios de Minas que historicamente apresentam os maiores índices de criminalidade violenta, o número de vítimas de homicídios caiu em 2015, em relação a 2014. Nesse grupo de cidades com resultados positivos no ano passado, estão Contagem, com 245 contra 252 vítimas (-2,78%); Ribeirão das Neves, 126 a 150 (-16,00%); Uberlândia, 116 a 129 (-10,08%); Juiz de Fora, 110 a 122 (-9,84%); Governador Valadares, 96 a 113 (-15,04%); Santa Luzia, 84 a 104 (-19,23%); Montes Claros, 61 a 49 (-19,67%); Nova Serrana, 33 a 38 (-13,16%)

A comparação não se altera significativamente se forem considerados os números de registros. Contagem teve 233 contra 244 em 2014 (-4,51%); Ribeirão das Neves, 122 a 143 (-14,69%); Uberlândia, 113 a 124 (-8,87%); Juiz de Fora, 108 a 119 (-9,24%); Governador Valadares, 111 a 94 (-15,32%); Santa Luiza, 81 a 98 (-17,35%); Montes Claros, 47 a 59 (-20,34%);  Nova Serrana, 31 a 38 (-18,42%)

O número de homicídios em Betim ficou praticamente estável em 2015. Houve uma vítima a mais, 219, contra 218 em 2014. Considerando o número de registros, ocorreu uma pequena queda, de 211, em 2014, para 209, em 2015.

Entre os municípios que tiveram alta no número de vítimas de homicídios, figuram Sete Lagoas, 72 mortes em 2015 contra 60 em 2014 (+20,00%); Uberaba, 71 a 51 (+39,22%); Ipatinga, 39 a 35 (+11,43%); Divinópolis, 30 a 23 (+30,43%); Poços de Caldas, 8 a 7 (+14,29%); e Varginha, 16 a 10 (+60,00%).

Taxas

Para o mesmo grupo de municípios, o ranking de incidência de homicídios, considerando a taxa de vítimas por 100 mil habitantes, é liderado por Betim, com 52,48 contra 52,91 em 2014. Seguem Ribeirão das Neves, 39,05 contra 46,98 em 2014; Santa Luzia, 38,84 a 48,41; Contagem, 37,76 a 39,16; Nova Serrana, 36,72 a 43,55; Governador Valadares, 34,49 a 40,79; Sete Lagoas, 31,02 a 26,10; Uberaba, 22,04 a 16,00; Juiz de Fora, 19,81 a 22,15; Uberlândia, 17,51 a 19,70; Ipatinga, 15,15 a 13,71; Divinópolis, 13 a 10,06; e Montes Claros, 12,43 a 15,63; Varginha, 12,09 a 7,62; e Poços de Caldas, 4,89 a 4,31.

Notícias relacionadas

Deixe um comentário: