Minas recebe principais nomes do mercado em evento inédito do setor audiovisual

Minas recebe principais nomes do mercado em evento inédito do setor audiovisual

Entre os dias 1º e 5 de junho, Belo Horizonte receberá os principais responsáveis pela produção, comercialização e distribuição de conteúdos para TV, cinema, internet, games e novas mídias no Brasil e no exterior. Eles estarão reunidos na Minas Gerais Audiovisual Expo (MAX), maior salão de negócios audiovisuais já realizado em Minas Gerais.

A iniciativa do Governo do Estado de Minas Gerais, por meio da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig), em parceria com a Secretaria de Estado de Cultura de Minas Gerais, o Sebrae Minas e o Sistema Fiemg/Sesi, conta com o patrocínio da Companhia Brasileira de Metalurgia e Mineração (CBMM) e da Faesa.

A expectativa é de que mais de 3 mil pessoas passem pela Serraria Souza Pinto e pelo Museu de Artes e Ofícios nos cinco dias de evento, sendo 1,5 mil somente para as atividades de formação e geração de negócios.

O evento, que visa potencializar toda a cadeia de valor do segmento, contará com uma Rodada de Negócios e terá atividades gratuitas de capacitação e formação de público. Os interessados em participar das atividades devem realizar credenciamento prévio por meio do site www.minasgeraisaudiovisualexpo.com.br.

Ao longo dos cinco dias de programação, 31 empresas âncoras do mercado nacional – selecionadas em curadoria da Associação Brasileira de Produtores Independentes de Televisão (ABPITV), realizadora do Rio Content Market, evento internacional dedicado à produção de conteúdo audiovisual – participarão da Rodada de Negócios com realizadores de todo o país.

Mais de 160 proponentes de oito estados brasileiros e da Espanha inscreveram 310 projetos, totalizando 1.550 requisições de agendamento com os players. Desse total, serão efetivados 540 agendamentos, e os proponentes terão 20 minutos para apresentação de suas propostas.

Entre os players participantes, estão as principais empresas habituadas a coprodução, licenciamento e aquisição de conteúdos de pequenos e médios realizadores: GNT; +Globosat; A&E; Lifetime; H2; History Channel; Prime Box; Travel Box; Music Box; Canal Combate; CINEBRASIL TV; Curta!; E! Entertainment; Elo Company; Opera TV; PlayTV; TNT; Warner; Space; TBS; Woohoo; Looke/Encripta/Net Movies; Rede Record; Vitrine Filmes; Arte 1; EBC/TV Brasil; Synapse; Gloob; Rede Minas.

Conteúdo e capacitação

A programação da MAX será voltada também aos profissionais, estudantes e interessados que desejam se capacitar e atualizar os conhecimentos sobre o audiovisual. Serão realizados 66 painéis e palestras com a presença de executivos, consultores e especialistas do mercado, organizados em quatro salas com programação simultânea e gratuita. Em pauta, temas relevantes do setor, como distribuição, modelo de negócios, políticas públicas, desenvolvimento territorial, mercado internacional, licenciamento, legislação e games.

No dia 1º de junho, diretamente da Índia, os diretores Arjun Pandey, CEO da produtora 24 Frames Films, e Anamika Kalia, apresentam aos participantes cases e oportunidades de coprodução que o país asiático oferece. A produção nacional no mercado estrangeiro também estará na pauta do painel que abre a programação: “Animação brasileira ao redor do mundo”.

Produtores e criadores do segmento, como Kiko Mistrorigo, fundador da TV Pinguim, Luciana Eguti, sócia e produtora executiva da Birdo, e Zé Brandão, diretor criativo do Copa Studio, vão analisar o momento da animação nacional no mundo e a presença de conteúdo de produtoras independentes em canais de TVs aberta e paga. A programação segue com outros 64 painéis.

Veja a programação completa.

Notícias relacionadas

Deixe um comentário: