Ministério Público investiga denúncia de comercialização irregular de carne

Ministério Público investiga denúncia de comercialização irregular de carne

A Promotoria de Justiça investiga uma denúncia de abates clandestinos de carne que estariam operando em Araxá, ação ocasionada por causa do fechamento do Frigorífico Pacheco, o único da cidade.

Um ofício encaminhado pelo promotor Marcus Paulo Queiroz Macêdo solicita informações ao Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA) sobre a quantidade de carne comercializada, motivo da interdição do frigorífico e previsão de reativação, além de pedir participação da prefeitura no caso.

O caso também vem sendo fiscalizado pela Vigilância Sanitária, mas até agora nenhum estabelecimento foi autuado.

Os órgãos comunicados devem se pronunciar até a próxima sexta-feira (3).

Notícias relacionadas