Mutuários do Pão de Açúcar IV assinam contratos de financiamento

Mutuários do Pão de Açúcar IV assinam contratos de financiamento

A Prefeitura de Araxá, por meio da Secretaria Municipal de Ação e Promoção Social, e a Caixa Econômica Federal promoveram, nesta terça-feira (29), as assinaturas de contrato do financiamento de posse de mais 200 mutuários do residencial popular Pão de Açúcar IV – programa Minha Casa, Minha Vida.

O prefeito Aracely de Paula, o secretário Edson Justino Barbosa, o assessor de Habitação e Assistência Social, Vergílio José da Silva Júnior, e o gerente geral da Caixa em Araxá, Fausto de Oliveira Borges, acompanharam as assinaturas promovidas na sede da Secretaria Municipal de Ação e Promoção Social.

Aracely destaca que os contratos assinados representam um importante momento para as centenas de famílias contempladas. Posteriormente, a entrega das chaves dos imóveis será feita mediante convocação pela Caixa e Prefeitura de Araxá.

Um dos contemplados pelo sorteio, o marceneiro Marcus Vinícius Ribeiro afirma que a aquisição da casa própria representa a realização de um sonho. “Hoje, todo mundo busca, não é fácil a gente conseguir uma casa, e a Prefeitura de Araxá, com o Governo Federal, disponibilizou essa vantagem para quem não tem condição de comprar um imóvel atualmente. É o chute inicial para construção de uma família”, afirma.

A estudante Juliana Jacinta de Assis Pereira também assinou o contrato de financiamento de posse do imóvel e destaca que a aquisição da casa própria veio na hora certa. “Agora, no momento, seria difícil financiar uma casa, porque tenho filhos, sou mãe solteira, então, para mim, vai ser um benefício muito grande”, acrescenta.

O aposentado Paulo Cassiano de Oliveira também comemora essa conquista. “Sempre paguei aluguel, depois passei morar com a minha sogra, que faleceu, e tive que correr atrás da minha casa própria. Para mim é bom demais. Eu nunca tive uma casa própria”, reforça o contemplado.

Em dezembro passado, os primeiros 150 mutuários assinaram os contratos. Outros 150 passarão pelo mesmo processo em abril.

Notícias relacionadas

Deixe um comentário: