Noite de autógrafos no Grande Hotel marca lançamento do livro dos 150 anos de Araxá

Noite de autógrafos no Grande Hotel marca lançamento do livro dos 150 anos de Araxá

Lideranças culturais e empresariais de Araxá receberam em primeira mão nesta quinta-feira (19) o livro “Araxá, 150 anos – História, Cultura e Desenvolvimento. O lançamento oficial da obra lotou a boate do Grande Hotel do Barreiro e teve início com um talk-show em que o autor Luiz Humberto França pôde esclarecer aos presentes todo o processo de produção do livro e algumas curiosidades. “Para vocês terem noção do nosso cuidado com essa publicação, imaginem, o livro foi e voltou da revisão por mais de 14 vezes, até chegarmos ao que realmente queríamos”, contou antes da sessão de autógrafos.

O livro de 112 páginas é um conjunto de fotos e pequenos textos organizados para revelar a identidade local em vários aspectos. Foi produzido para ser um marco do sesquicentenário da cidade e para que sirva de referência para quem quer se aprofundar no tema “Fonte de pesquisa e de prazer também porque a leitura é agradável, o livro é muito gostoso de ler”, diz o produtor executivo e de gestão para Lei de Incentivo à Cultura, Amauri Rocha.

Toda a tiragem de 1.000 exemplares será distribuída gratuitamente à comunidade araxaense e estará nas principais bibliotecas do Estado, escolas locais, além de pontos turísticos.  “Araxá é uma cidade surpreendente porque quando a gente menos espera surge um livro deste. É algo que deve ser mesmo difundido por toda a cidade por isso eu já cobrei do autor outras edições”, revela a presidente da Fundação Cultural Calmon Barreto, Magaly Cunha Porfírio Borges.

“Araxá, 150 anos – História, Cultura e Desenvolvimento” foi viabilizado por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura realizada pelo Ministério da Cultura e tem o patrocínio exclusivo da CBMM – Companhia Brasileira de Metalurgia e Mineração. Este é o segundo livro do autor Luiz Humberto França pela editora Gulliver. “Acredito que é um presente não apenas para Araxá, mas para Estado e para o Brasil todo. Araxá é muito importante e acredito que o resultado da obra demonstra o carinho que nós tivemos e o carinho que todos têm por Araxá, representada neste livro”, ressalta o consultor editorial da obra e editor da Gulliver Editora, Joubert Amaral.

Notícias relacionadas

Deixe um comentário: