Nova rampa de voo livre do Horizonte Perdido é inaugurada

Nova rampa de voo livre do Horizonte Perdido é inaugurada

A nova rampa de decolagem de voo livre do Horizonte Perdido – Serra da Bocaina – foi inaugurada na manhã deste sábado (3), com a participação de autoridades políticas e pilotos que disputam o 14° Open de Voo Livre de Araxá. O empreendimento foi construído em convênio da Prefeitura de Araxá com o Clube Araxaense de Voo Livre (CAVL) com o investimento de R$ 48 mil.

Junto com a antiga rampa, o Horizonte Perdido passa a ter uma área total de 10,5 mil de decolagem. “Este empreendimento era um sonho antigo que tínhamos e foi sendo cultivado pelos presidentes que me antecederam até ser concretizado. Com o auxílio que recebemos da prefeitura, hoje colhemos o reconhecimento do nosso clube e de Araxá no cenário mundial para receber eventos nacionais e internacionais de voo livre”, destaca o presidente do CAVL, José Wilson Campos.

Ele acrescenta que a nova rampa é uma das maiores do mundo (artificial) e está entre as três melhores do país.

De acordo com o secretário municipal de Desenvolvimento Rural, a construção da nova rampa envolveu terraplanagem, drenagem de captação de água para manter as condições naturais do terreno e o plantio de 7,5 mil m² de placas de grama. Além disso, o investimento também compreendeu a melhoria da estrada de terra que dá acesso ao Horizonte Perdido, a instalação de placas de sinalização e reforma dos mata-burros.

A secretária municipal de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Parcerias, Alda Sandra Barbosa Marques, destaca que a nova rampa proporcionará um marketing muito grande de Araxá no cenário nacional e mundial do voo livre.

“É uma oportunidade muito grande de divulgação justamente pela qualidade da rampa e umas das poucas que tem um restaurante com tradicional comida caseira. É mais um produto que temos para oferecer aos nossos turistas. Além disso, Araxá se destaca porque atende a todos os setores do turismo”, afirma a secretária.

O prefeito Jeová Moreira da Costa destaca que a colaboração de sua equipe de governo fez com que a parceria com o CAVL para a implantação da nova rampa desse certo.

“A nossa missão é governar e buscar forças convergentes para realizarmos obras que com certeza vão ser boas para a nossa cidade. Araxá decola para o futuro, decola para o turismo profissional e com certeza estamos fazendo uma inclusão social muito grande para turistas e praticantes do voo livre”, diz o prefeito.

Trajetória

O Horizonte Perdido foi inaugurado há 15 anos pela empresária Mercedes Gonçalves de Paiva para atender a demanda de praticantes locais do voo livre, que foi ganhando proporção e passou a sediar etapas de campeonatos estaduais e nacionais. Além de oferecer a área de decolagem, destacam-se os tradicionais petiscos e a comida caseira feitos pela “Tia Mercedes”.

Desde então, de uma simples barraca com lona se transformou em uma grande estrutura para receber campeonatos internacionais, com rampa de 10,5 mil m², dois restaurantes panorâmicos, quiosque com churrasqueira e playground.

“Eu fico muito satisfeita em ver que o Horizonte Perdido vem conquistando um avanço muito grande, principalmente com a nova rampa. É com muita alegria que vemos o sonho dos meus meninos (como chama carinhosamente os pilotos) se realizar e agora podemos receber grandes eventos”, destaca Mercedes.

â–º Campeonatos de voo livre reúnem 322 competidores no Horizonte Perdido

Notícias relacionadas