Novo valor para o talão amarelo do Rotativo já está valendo

Novo valor para o talão amarelo do Rotativo já está valendo

O talão amarelo do Estacionamento Rotativo, recebido pelo motorista quando estaciona em desacordo com as regras do Código de Trânsito Brasileiro, passou de R$ 1 para R$ 5 – novo valor em vigor desde o último dia 30.

De acordo com o gerente do sistema, Fernando Parolini, o aumento se deve ao alto custo de processamento do talão, envolvendo de mão de obra e procedimentos de cobrança, além da inadimplência muito alta, em torno de 40%.

Ele também afirma que a medida serve para compensar as perdas decorrentes da não atualização do preço do talão azul. “Que devido aos custos do sistema deveria estar valendo R$ 1,25 e não é reajustado desde 2008”, diz

Parolini acrescenta que a Associação de Assistência à Pessoa com Deficiência de Araxá (Fada), concessionária do serviço, tem buscado soluções para enfrentar algumas dificuldades administrativas do Estacionamento Rotativo.

– Dificuldades na contratação de mão de obra. ”Estamos com dificuldade de conseguir no mercado de trabalho pessoas com perfil adequado”.

– Alta rotatividade de funcionários. “Contamos com um quadro efetivo médio de 36 agentes e duas supervisoras, sendo que o necessário para atender todos os setores e quadras seria de 45 agentes e quatro supervisoras.”

O gerente pontua medidas que foram adotadas para facilitar a rotina da administração e supervisão dos agentes, com o objetivo de melhorar o atendimento aos motoristas e aumentar a arrecadação.

– Abertura de 37 pontos de venda.

– Regras de premiação por produtividade dos agentes.

– Realização de treinamentos dos agentes nas áreas de atendimento, legislação de trânsito e postura laboral.

– Parceria com o grupo Aprimore, estudantes do curso de Administração do Uniaraxá que realizaram voluntariamente um trabalho de consultoria, diagnosticando e sugerindo melhorias de gestão.

Em uma pesquisa feita pelo grupo foi constatado que 31% dos motoristas não sabem que o dinheiro arrecadado pelo estacionamento é destinado à manutenção da Fada, e 25% não sabem que a instituição oferece serviços gratuitos.

“A Zona Azul foi concedida à Fada por lei municipal em 2002, e desde então é uma importante contribuição para custear parte das despesas da entidade, que realiza em média 5.600 atendimentos gratuitos por mês. É importante que o motorista esteja atento e cumpra a lei de trânsito referente ao Estacionamento Rotativo, adquirindo o talão antecipadamente nos pontos de venda ou com agentes, evitando, assim, as penalidades previstas no Código de Trânsito Brasileiro.”

Notícias relacionadas