Ônibus do transporte público passam por fiscalização

Ônibus do transporte público passam por fiscalização

A Secretaria de Segurança Urbana e Cidadania iniciou a operação de vistoria em ônibus do transporte coletivo urbano na cidade. A fiscalização preventiva começou nesta segunda-feira (13) e termina na quarta-feira (15) no pátio da empresa responsável pelo transporte. As vistorias são realizadas sempre a partir de meia-noite para evitar o transtorno da falta de ônibus para os usuários.

Agentes da Assessoria Municipal de Trânsito e Transporte (Asttran) participam das vistorias, que são acompanhadas por um responsável pela empresa que realiza o transporte coletivo urbano em Araxá.

De acordo com secretário de Segurança Urbana e Cidadania, Élvio Bertoni, o objetivo da fiscalização é garantir a qualidade da frota no atendimento ao usuário nas 27 linhas disposta na cidade, que atendem em média 15.600 passageiros por dia.

O secretário destaca ainda que a vistoria veicular é um item de fundamental importância nos transportes coletivos, pois garante a segurança no transporte dos usuários e cumpre as normas da regulamentação de cada categoria de transporte público.

Os agentes da Asttran verificam o estado de conservação e das condições gerais dos ônibus, bem como de seus condutores, junto à empresa que presta serviço à comunidade araxaense buscando detectar e dar soluções nas irregularidades. A vistoria também trará maior conforto ao cidadão bem como confiabilidade nos serviços prestados pela empresa de transporte.

Itens Vistoriados

Na vistoria deve observar, especialmente, itens relacionados à segurança, conforto, higiene, funcionamento, acessibilidade e conservação. Os fiscais observam as condições internas e externas e também o estado dos pneus, luz na placa, faróis, pisca, luz de freio, limpadores de para brisas. Serão testados ainda o acionamento das portas automáticas, o piso antiderrapante nos degraus, as condições dos bancos, barras e pegadores, janelas e acionamento da campainha.

Na parte interna do ônibus é necessário estar afixado avisos de proibido fumar e falar com o motorista. Outra informação é sobre o número de passageiros sentados e em pé. Os assentos prioritários para idosos e gestantes devem estar identificados. E na questão acessibilidade é cobrado que toda a frota tenha elevadores para portadores de necessidades especiais. Caso algum item precise ser regularizado é dado um prazo para a empresa e os fiscais voltam para uma nova verificação em um período previamente marcado.

Os usuários do transporte coletivo também podem auxiliar a Asttran na verificação da qualidade do serviço e dos ônibus disponibilizados para atender as linhas e itinerários. Caso os passageiros verifiquem que algum desses itens não está sendo cumprido, podem entrar em contato com a Asttran no número (34) 3669.8076.

Notícias relacionadas

Deixe um comentário: