Painel incentiva relacionamento entre pequenas e grandes empresas

Painel incentiva relacionamento entre pequenas e grandes empresas

O 1° Painel Empresarial – Gerando Oportunidade para Novos Negócios – foi aberto na tarde desta quarta-feira (22), no auditório do Sesi/Senai de Araxá. O evento tem o objetivo de apresentar informações de como pequenas e microempresas podem oferecer produtos e serviços para a prefeitura, mineradoras e outras grandes empresas.

Após a solenidade de abertura oficial, representantes da Fosfertil, Companhia Brasileira de Metalurgia e Mineração e Bunge Fertilizantes expuseram levantamentos de compras efetuadas no mercado local e procedimentos para que novos pequenos e microempresários possam vender para cada uma delas.

Nesta quinta-feira (23), a partir das 16h, o evento teve a apresentação de representantes da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg), prefeitura, Sistema S (Sesi/Senai), além de entrega de certificado dos inscritos e encerramento.

A mesa diretora do evento foi composta pelo prefeito Jeová Moreira da Costa; secretária municipal de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Parcerias, Alda Sandra Barbosa Marques; vice-presidente da Câmara Municipal, José Domingos Vaz; gerente Executivo, Industrial e de Mineração da Fosfertil, Júlio César Sanches de Azevedo; e diretor do Sistema S de Araxá, José Edmilson Zorzi.

“Uma das políticas da Fosfertil é valorizar a mão de obra e o comércio local, desde que seja competitivo. Inclusive, várias empresas de Araxá prestam serviços na área de manutenção e mineração em nossas unidades de Uberaba, Patos de Minas, Catalão (GO) e até São Paulo”, destaca Júlio César.

“Temos muito parceiros em Araxá que atendem às necessidades da CBMM. Qualidade, preço, competência e agilidade são as ferramentas que buscamos para fecharmos parcerias com o comércio local, enfatizando a cidade de Araxá”, ressalta o gerente de Suprimentos da CBMM, Arlindo Morais Filho.

“Esperamos que este seja o primeiro de muitos painéis empresariais. Muitos acreditam que grande empresas compram de um grupo fechado, mas falta informações para pequenas empresas consigam fornecer para elas. Para isto, precisam mostrar que estão preparadas”, afirma Zorzi.

“A oportunidade tem que ser dada para todos e muitas empresas menores têm dúvidas de como vender para as grandes empresas e prefeitura. Fizemos esta campanha pela CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas) há dois anos e foi um verdadeiro sucesso, que será mais abrangente com o apoio da prefeitura”, diz Alda Sandra.

Notícias relacionadas