Parceria entre Uniaraxá e Rotary Araxá beneficia alunos carentes

Parceria entre Uniaraxá e Rotary Araxá beneficia alunos carentes

Uma parceria que surgiu no final de 2012 entre o Uniaraxá e o Rotary Club Araxá tem possibilitado que alunos carentes ingressem no Ensino Superior através de bolsas de estudo. Atualmente, o projeto atende alunos carentes da Escola Estadual Rotary, localizada no bairro Urciano Lemos. Em 2013, cinco alunos foram contemplados e, em 2014, a expectativa é de que sejam dez estudantes inseridos no Ensino Superior através do projeto social. Na prática, o Rotary Club Araxá angaria empresários que arcam com 45% do valor do curso, a Fundação Cultural de Araxá (FCA), mantenedora do Uniaraxá, dá um desconto de 35% ao aluno, que também tem seu investimento, 20% do valor da mensalidade.

O presidente do Rotary Club Araxá, Gildo José Ferreira, afirma que o Rotary detectou a carência dos alunos da escola, aliada ao interesse de alguns alunos em fazer uma graduação. Segundo ele, a intenção é que o projeto atenda alunos carentes de outras escolas, que também não têm condições de pagar uma faculdade.

Mário Morais Marques é rotariano e um dos idealizadores do projeto e destaca que a Escola Estadual Rotary foi fundada pelo Rotary Club Araxá. Ele informa ainda que qualquer pessoa da comunidade pode participar do projeto, fazendo doações e acompanhando o desempenho de seu “afilhado” nos estudos. Mário ressalta a triagem feita para escolher o aluno, que deve ser de fato carente, e ter baixa renda familiar. “Uma triagem é feita tanto na área psicológica quanto pedagógica. Além da triagem tem o ‘padrinho’ que vai acompanhar esse aluno e saber das notas dele, do comportamento dentro de casa e da frequência às aulas.”

O reitor do Uniaraxá, Válter Gomes, afirma que a instituição já tem bolsas disponibilizadas para alunos carentes, mas a proposta do Rotary é novidade. “O Rotary está fazendo sua parte, porque sabe-se que é por meio da educação que as pessoas podem mudar sua condição de vida.” Ele destaca ainda que são parceiros do projeto a Associação Comercial e Industrial de Araxá (Acia), Pousada Dona Beja, Rede de Drogaria Unisaúde, Sorveteria Moranguinho, a Construtora Resende e Ladislau, entre outras que estão começando no projeto neste ano. Há também um grupo de rotarianos que contribuem por conta própria, ajudando esses alunos.

O presidente da Acia, Márcio Farid, informa que a Associação participa do projeto e acredita na importância da qualificação das pessoas. “Hoje, um dos grandes entraves do país é a falta de qualificação. Nós temos desempregados e vagas de emprego sem pessoas para ocupa-las, porque não temos o casamento da oferta de emprego e da qualificação.” Segundo ele, quando o Rotary Club Araxá e o Uniaraxá apresentaram o projeto, a Acia reconheceu a idoneidade dos parceiros e que seria um investimento importante para a comunidade. “Principalmente prestigiando a Escola Rotary que é em um bairro onde muitas pessoas têm vontade de fazer um curso superior, mas tem restrições quanto à disponibilidade de recursos”, completa.

Notícias relacionadas