Pediatras suspendem atendimento pelo SUS na Santa Casa

Pediatras suspendem atendimento pelo SUS na Santa Casa

Da Redação/Isabella Lima – O atendimento pediátrico pelo Sistema Único de Saúde (SUS) está paralisado na Santa Casa de Misericórdia de Araxá desde ontem (1º). Os cinco pediatras decidiram cruzar os braços por falta de pagamento, consequência da ausência do repasse mensal da prefeitura, segundo a diretoria do hospital.

Todo o atendimento infantil está suspenso e, caso haja algum parto, a gestante terá que ser transferida para Uberaba – a Casa do Caminho mantém convênio com o SUS, mas não possui pediatria. A Santa Casa realiza cerca de 100 partos por mês.

O diretor Administrativo da Santa Casa, Adair da Silva, explica que o convênio firmado entre o hospital e a prefeitura no mês de março, no valor de R$ 2,52 milhões, repassados em 12 parcelas de R$ 210 mil, não está sendo recebido pela Santa Casa. São três meses de atraso, acumulando R$ 630 mil.

“Quando o convênio foi assinado, os médicos já estavam trabalhando e havia um salário atrasado, do ano passado. A Santa Casa é responsável pelo pagamento, mas a geração de recursos é da prefeitura. Não somos os vilões e nem queremos ficar de bonzinhos. Mas o convênio está assinado, só não está havendo o repasse. Estamos pedindo pela quitação de dois meses.”

Até o fechamento desta reportagem, Adair disse não ter recebido nenhum comunicado da prefeitura justificando os atrasos ou dando alguma previsão para a quitação dos débitos. Segundo ele, a paralisação dos pediatras é apenas a primeira de outras que devem acontecer até o final do mês.

A Assessoria de Comunicação da prefeitura informou que a greve atinge apenas os plantonistas que atendem pela Santa Casa, e não os médicos do Pronto Atendimento Municipal (PAM), que funciona no prédio do hospital, mas sob responsabilidade da prefeitura.

A prefeitura garante que os repasses mensais estão em dia e o próximo pagamento ocorrerá no dia 19 de maio.

Notícias relacionadas