Pedreiro é acusado de assassinar ex-namorada com facada

Pedreiro é acusado de assassinar ex-namorada com facada

O pedreiro José de Jesus Marques, 48 anos, é acusado de assassinar com facada a sua ex-namorada, a auxiliar de serviços gerais Arlete Soares da Silva, 47, por volta das 19h desta quinta-feira (6), na rua José Constantino da Silva, bairro Pedra Azul. Ele ainda teria tentado matar a filha da vítima, Shirley Fernanda da Silva, 25, mas ela conseguiu escapar.

De acordo com o boletim de ocorrência registrado pela Polícia Militar (PM), o pedreiro não se contentou com o fim do relacionamento ocorrido há seis dias e passou a ameaçar Arlete e seus familiares de morte. Há pelo menos três anos que o namoro era marcado por diversos conflitos.

O boletim diz ainda que José armou-se com uma faca, com lâmina de aproximadamente 20 centímetros de altura, e se deslocou à casa de Arlete na tentativa de reatar o relacionamento, por volta das 17h. Já por volta das 19h, Shirley chegou ao local e presenciou a conversa dos dois, que estavam sentados no sofá da sala, e percebeu que José estava coma faca presa na cintura.

A filha pediu para que José a entregasse a arma, momento em que ele foi em direção à Arlete e acertou-a com um golpe fatal no peito. Logo em seguida, o pedreiro tentou acertar Shirley, mas a faca cortou a sua blusa, na altura do peito.

Ela conseguiu correr para a rua e pedir por socorro; a PM e o Corpo de Bombeiros foram acionados pela vizinhança. José fugiu para o matagal nas imediações do bairro, mas foi localizado e preso em flagrante delito pela PM.

“Foi um crime premeditado e o teste do bafômetro constatou que José estava bastante embriagado. Ele ainda ligou para o celular da vítima, atendido pela filha, e perguntou se ela estava realmente morta. Ele confessou que matou a senhora Arlete e não se arrependeu, mataria novamente, se necessário, e disse ainda que foi só o começo, que iria matar o restante da família”, diz o cabo Rodrigo.

José foi conduzido à delegacia de Polícia Civil para o início das investigações. Provavelmente ele será indiciado por homicídio e tentativa de homicídio.

Notícias relacionadas