Pela educação rural

Pela educação rural

Os projetos Sanitaristas Mirins e Sanitarista Agropecuário Juvenil foram lançados na manhã de hoje (25), na sede da Associação dos Municípios da Microrregião do Planalto de Araxá (Ampla). Por meio de uma parceria entre a Secretaria Municipal de Educação e o Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA), cerca de 400 alunos das escolas municipais rurais Antônio Augusto de Paiva, Eunice Weaver, Francisco Primo de Melo, José Bento, Marquês do Paraná e Padre Inácio, serão beneficiados com os projetos.

O chefe local do IMA e médico veterinário, Calimério Guimarães, destaca que a entidade dá prosseguimento ao Sanitaristas Mirins e devido à demanda das escolas foi criado o Sanitarista Agropecuário Juvenil.

“No Sanitarista Agropecuário Juvenil, vamos trabalhar com jovens na faixa etária de 10 e 14 anos e eles vão vivenciar mais a parte prática do que eles aprenderam na teoria. Teremos muitas visitas a fazendas de leite como de café, ou seja, em todas as atividades no meio rural, vamos tentar proporcionar essas visitas”, destaca.    

Segundo Calimério, os projetos também visam diminuir o êxodo rural. “A partir do momento em que você trabalha a autoestima através de atividades no meio em que eles vivem, a gente acredita que vamos retardar a migração do homem do meio rural para o meio urbano. O objetivo é esse, levar o conhecimento e valorizar o meio em que essas pessoas vivem.” Além dos alunos, os projetos envolvem 23 professores, seis diretores e seis supervisores.

De acordo com a secretária Giovana Maria Mesquita de Paula Guimarães, em seu pronunciamento, trabalhar com as crianças e jovens do meio rural vai, de fato, contextualizar o cotidiano escolar à vivência peculiar de cada um dos participantes.

‘Nós somos um país eminentemente rural, onde as questões rurais não são trazidas para os nossos contextos escolares e sociais. Esse resgate que começa pela sala de aula é de um impacto social de uma importância ímpar. Quando nós, brasileiros, entendermos que nossa postura é que tem de permear os nossos conteúdos, e ele tem de nascer a partir de nossas raízes, teremos uma população que fará a diferença no dia a dia”, afirma.

“Através de projetos, implantados por educadores e pedagogos que acreditam que vão fazer a diferença, é que nós faremos uma sociedade melhor”, acrescenta a secretária.

Capacitação

Cada aluno do 5º ano das referidas escolas participantes do Sanitaristas Mirins receberá o livro “A educação sanitária no dia-a-dia dos alunos – Descobrindo a agropecuária na escola”, além de DVDs, revistas e cartazes doados pelo IMA.

Os alunos do 6º ao 9º ano integrantes do Sanitarista Agropecuário Juvenil participarão de uma capacitação ministrada pelos técnicos do IMA e da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (Emater-MG), desenvolvida em quatro módulos –  Produção Animal e Agrícola Sustentáveis; Preservação Ambiental e Segurança Alimentar.

Notícias relacionadas