PEP atrai 250 mil alunos para a prova de seleção

PEP atrai 250 mil alunos para a prova de seleção

Da Redação – A oportunidade de fazer um curso técnico gratuitamente atraiu milhares de jovens mineiros no mês de outubro. A 6ª edição do Programa de Educação Profissional (PEP), da Secretaria de Estado de Educação (SEE), registrou 249.854 inscritos, que vão disputar uma das 30 mil vagas oferecidas em 123 municípios mineiros. Esse número representa um aumento de mais de 95 mil inscrições em relação à última edição do PEP. Esses alunos farão as provas do exame de seleção no dia 20 de novembro.

A maior parte dos candidatos se concentra em Belo Horizonte, que contabilizou 75.258 inscritos. A segunda cidade com o maior número de candidatos foi Ipatinga, com 15.377. Montes Claros ficou em terceiro, com 11.403.

No PEP, os estudantes se inscrevem para o seu curso de interesse, de acordo com a cidade. O curso que tem a maior proporção candidatos/vaga é da capital mineira. Trata-se do curso técnico em edificações, que conta com 85,03 candidatos por vaga. O curso de técnico em mineração, também em BH, registrou 81,33 candidatos para cada vaga. E, em terceiro, o curso de técnico em farmácia, em Montes Claros, que tem 61,13 inscritos para cada vaga ofertada.

As provas têm questões de Língua Portuguesa e Matemática, abrangendo os Conteúdos Básicos Comuns (CBCs) dessas disciplinas. O resultado da seleção será divulgado no dia 16 de dezembro e as matrículas estão previstas para começar a partir do dia 21 de dezembro.

Um milhão de interessados

Somadas todas as edições anteriores, o Programa atinge uma marca significativa. Desde 2007, o PEP já registrou mais de um milhão de inscrições, o que representa uma média de 180 mil inscritos por edição. Segundo a subsecretária de Desenvolvimento da Educação Básica, Raquel Elizabete de Souza Santos, o grande número de interessados é reflexo da grande demanda existente por esse tipo de formação.

“Isso mostra o tamanho do desafio que nós temos em relação à educação profissional. Por isso vamos fazer um trabalho em parceria com o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) no ano que vem, com a oferta de cursos técnicos e de qualificação profissional. Também vamos ampliar a oferta de cursos profissionalizantes em nossas escolas técnicas”, explica a subsecretária.

PEP

Criado pelo governo de Minas em 2007, o PEP oferece oportunidade de capacitação profissional gratuita aos jovens mineiros. Com a 6ª edição, o programa ultrapassa a marca de 200 mil estudantes atendidos, e o investimento total chega a R$ 569 milhões. Os cursos do PEP são oferecidos em escolas credenciadas (sistema S e particulares), em escolas públicas conveniadas e em escolas da rede estadual. Essas instituições formam a Rede Mineira de Formação Profissional Técnica de Nível Médio. Outras informações estão disponíveis no ambiente virtual do PEP, no site da Secretaria de Estado de Educação.

Com Agência

Notícias relacionadas