PIB do agronegócio de Minas Gerais em 2010 bate recorde histórico

PIB do agronegócio de Minas Gerais em 2010 bate recorde histórico

O Produto Interno Bruto (PIB) do agronegócio mineiro atingiu o valor do R$ 105,4 bilhões em 2010 e bateu um recorde histórico. O crescimento foi de 16,2% em relação ao ano anterior.  O valor representa todas as riquezas geradas pela cadeia produtiva do agronegócio, incluindo a produção básica (dentro da porteira), insumos, distribuição e a agroindústria.

Os números fazem parte da pesquisa realizada pelo Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea/USP), encomendada pela Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais (Seapa) e Federação a Agricultura e Pecuária de Minas Gerais (Faemg).

“Foi a primeira vez que o PIB do agronegócio mineiro rompeu a barreira de R$ 100 bilhões, recuperando as perdas sofridas em 2009 e melhorando a renda do produtor rural”, afirma o secretário de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Elmiro Nascimento. A pesquisa também mostra que o PIB do agronegócio estadual passou a representar 12,8% do PIB do agronegócio brasileiro.  Em 2009, a participação de Minas Gerais era de 11,6%.

O presidente da Faemg, Roberto Simões, também destaca a recuperação de preços pagos ao produtor e a variedade de agronegócio mineiro. “O excelente resultado do PIB do agronegócio mineiro em 2010 se deve à recuperação dos preços das commodities, à competência dos produtores rurais e à diversificação do setor no Estado, e, mais uma vez, demonstra que precisamos e merecemos ser incentivados por boas políticas públicas.”

O aumento da renda no campo é explicado pelo crescimento da produção mineira e pela alta dos preços provocada pela demanda internacional.  No caso do açúcar, houve  forte procura  pelo produto no mercado mundial, além da produção recorde nas lavouras e usinas do Estado.  O café também foi um destaque do PIB de 2010. A produção estadual, de 25 milhões de sacas, foi uma das maiores da história. Além disso, o valor da saca cresceu 24%, graças ao aumento das exportações.

Pecuária

Na pecuária, os principais destaques do ano de 2010 foram a carne suína, leite e carne bovina, tanto na produção primária quanto na agroindústria.  Segundo a pesquisa, o volume de carne suína processada registrou um crescimento de 3,1% e o aumento nas receitas das indústrias foi de 16,5%.

Na pecuária leiteira o aumento de renda do produtor foi de 16%. Já a indústria de lácteos registrou ganhos com todos os principais produtos como leite em pó, leite UHT, queijo e leite pasteurizado. Na bovinocultura de corte, a melhora dos preços pagos pelo boi elevou o faturamento dos pecuaristas.

Divisão do PIB

A pesquisa Cepea/USP mostra que o setor agrícola teve melhor desempenho que o setor pecuário em Minas Gerais no ano passado. O PIB da cadeia produtiva do agronegócio agrícola cresceu 21,2% em 2010, enquanto a expansão da renda no setor da pecuária foi de 10,4%. Segundo o estudo, o setor agrícola é responsável por 55,9% pelo PIB do agronegócio mineiro, enquanto o setor da pecuária representa 44,1%.

Números do PIB

PIB do agronegócio mineiro em 2010: R$ 105,4 bilhões

Crescimento do PIB em relação a 2009: 16,2%

Participação de Minas Gerais no PIB do agronegócio nacional: 12,8%

Com Agência Minas

Notícias relacionadas