PM apreende adolescentes autores de furto em loja na Olegário Maciel

PM apreende adolescentes autores de furto em loja na Olegário Maciel

Nesta terça-feira (3), por volta da 0h, a Polícia Militar (PM) compareceu à rua Presidente Olegário Maciel, Centro, onde um vigilante de um centro comercial relatou um furto em uma loja próxima ao seu local de trabalho.

De acordo com ele, ouviu um barulho na via pública e ao sair para verificar o ocorrido percebeu um vulto de um homem em fuga sentido avenida Antônio Carlos. Ele notou que o estabelecimento furtado teve sua vitrine arrombada e diversos produtos estavam espalhados pelo chão. Com isso, ele acionou a PM.

No local, os policiais perceberam nas proximidades um telefone celular tocando e uma marreta de aproximadamente 5 quilos, possivelmente utilizada para quebrar a vitrine da loja. Em ato contínuo, os policiais verificaram o conteúdo do telefone e reconheceram a foto do adolescente J.G.P., 14 anos, na pasta de imagens.

Os militares foram à residência do menor na Vila Silvéria, onde se depararam com o autor M.A.R.J., 18, sentado no meio-fio em frente à casa do adolescente. Ao ser questionado, ele alegou que residia na Vila Fertiza e estava ali aguardando um amigo, porém, mudava a versão e se contradizia.

O portão da casa do adolescente estava entreaberto e os policiais o encontraram com sua mãe saindo da porta da sala.

Questionado, ele se confundiu em explicar o que estava fazendo anteriormente e em seguida confessou ter participado do arrombamento da loja. Disse também que havia perdido o celular e delatou seus comparsas, o autor de 18 anos, além dos menores I.R.P.S, 15, e M.H.A., 16.

Ele narrou também que o autor de 18 ficou e os demais utilizaram a marreta para quebrar a vitrine, pegaram diversos produtos e saíram correndo, cada um para suas casas.

Parte dos produtos furtados foi encontrada nas casas dos envolvidos de 14 e 15 anos. Além disso, relataram que um DVD portátil havia sido escondido pelo adolescente de 16 anos em um estacionamento da rua Santos Dumont. O aparelho foi localizado com marcas de sangue na caixa, confirmando a autoria dele, pois sua mão direita estava ferida.

Todos os envolvidos foram encaminhados à Delegacia de Polícia Civil para as demais providências, juntamente com os materiais apreendidos.

Notícias relacionadas