Polícia Civil conclui inquérito sobre supostas irregularidades na gestão da Acia

Polícia Civil conclui inquérito sobre supostas irregularidades na gestão da Acia

A Polícia Civil de Araxá concluiu as investigações por supostas irregularidades praticadas pela gestão da Associação Comercial e Industrial de Araxá (Acia). As informações são do jornal Correio de Araxá.

A Polícia Civil entendeu que o presidente afastado da entidade, Márcio Farid, praticou crimes de apropriação indébita qualificada (pena de 1 ano e 4 meses a 5 anos e meses de reclusão e multa) e falsidade documental (pena de  1 anos e 5 meses de reclusão e multa.

Além disso, o superintendente da Acia, Antônio Claret, foi indiciado pelo crime de falso testemunho, por supostamente ter acobertado e mentido a favor do então presidente da Acia, Márcio Farid. A pena para este crime varia de 1 a 3 anos de reclusão e multa.

O empresário Márcio Farid está com os bens bloqueados para garantir o retorno à instituição, e agora cabe ao Ministério Público, que também participou das investigações, denunciar ou não os indiciados à Justiça.

O inquérito contém mais de 20 volumes em 4 mil páginas, sendo que todos os documentos foram investigados e os suspeitos e testemunhas.

Em depoimento à Polícia Civil, o empresário negou as acusações e diz que está acompanha o decorrer das investigações com muita serenidade.

Notícias relacionadas

Deixe um comentário: