Polícia Civil de Araxá apresenta acusado de furtar duas agências bancárias

Polícia Civil de Araxá apresenta acusado de furtar duas agências bancárias

A Polícia Civil (PC) de Araxá apresentou na tarde de hoje (3) um dos suspeitos de furtar neste primeiro semestre as agências bancárias da Sicoob Crediara (cerca de R$ 65 mil – 16 de fevereiro) e Banco Real (cerca de R$ 100 mil – 31 de maio). Salésio de Souza, 35 anos, conhecido como Galego, veio de Belo Horizonte de avião após ser apresentado à Superintendência Geral de Polícia Civil.

Ele foi preso em Joinville (SC) pela Delegacia de Homicídios de Betim, nesta quarta-feira (1°), durante investigações de um homicídio de um membro da Caixeiros do Sul, quadrilha especializada em arrombamentos de caixas eletrônicos e cofres de banco, no qual Salésio é apontado como um dos líderes.

Ele estava em casa no momento da prisão e, de acordo com a PC de Santa Catarina, se preparava para assaltar um banco de um shopping de Joinville. De acordo com o delegado Regional de Araxá, Heli Andrade, Galego era um dos homens mais procurados do país.

“Além de ser acusado de furto qualificado nessas duas agências de Araxá, ele provavelmente furtou um banco de Patrocínio. Somente nos últimos seis meses, quadrilha teria praticado doze furtos que resultaram em cerca de R$ 1,5 milhão”, diz o delegado.

“É uma grande prisão conquistada pela nossa polícia em parceria com a Polícia Civil de Santa Catarina. Como a nossa estrutura é um pouco deficiente, contamos com o apoio da Delegacia de Betim para fazer as investigações”, acrescenta Heli.

Galego também é acusado de furtar bancos em São Paulo, Paraná, Distrito Federal, Santa Catarina, Espírito Santo e Bahia. Ele deve ser interrogado ainda hoje e fica detido no Presídio Regional de Araxá. As investigações continuam para encontrar o comparsa de Galego no furto dos dois bancos locais.

Notícias relacionadas