Polícia Civil prende suspeitos do homicídio de Rejane “Tieta”

Polícia Civil prende suspeitos do homicídio de Rejane “Tieta”

A Polícia Civil de Araxá cumpriu, simultaneamente, mandados de prisões temporárias e de busca e apreensão na cidade de Campos Altos e Araxá, na manhã de hoje (27). Foram presos dois homens, identificados como W.B.S e L.F.S.A, ambos com 21 anos, um adolescente identificado como sendo I.D de 17 anos e uma mulher identificada como D.E.A 20 anos.

Estas pessoas estão sendo investigadas e são suspeitas de envolvimento no homicídio de Rejane Aparecida Alves (Tieta), que foi morta no último dia 4 de novembro, com vários disparos de arma de fogo.

Em Campos Altos, o delegado responsável pelo inquérito, Cristiano Dib e o delegado local, André Luiz Campos, e os investigadores, Edson, Fernando, Wellington (Ton), Pierre, Danilo e o escrivão Ricardo cumpriram mandados em duas residências no bairro Camposaltino.

Em uma delas na rua Julia Paula Lemos, foi localizado e apreendido o adolescente I.D de 17 anos. Na outra residência localizada na rua José Elizario de Rezende, foram presos os investigados W.B.S, L.F.S.A, ambos com 21 anos de idade e a mulher D.E.A de 20 anos. Um terceiro homem investigado, identificado como Carlos Alberto Silva Damasceno, de 19 anos, conseguiu pular uma janela e fugiu tomando rumo ignorado e está sendo procurado pela polícia.

Na cidade de Araxá, o delegado Conrado Costa da Silva, juntamente com o inspetor Alisson, e os investigadores Bruno, Matheus, Diorges, Fabio, Edson, Ronaldo, Davi e Ana Paula, cumpriram dois mandados. Um na rua Rosa Cavaline e outro na rua Maria Cândida Nogueira, localizadas no bairro Salomão Drummond, porém nestes locais os suspeitos não foram localizados, pois estavam na cidade de Campos Altos, onde foram presos.

As pessoas presas foram encaminhadas a delegacia de Polícia Civil de Araxá, onde serão apurados os motivos do crime, a participação e o envolvimento de cada uma delas no crime, em seguida poderão ser encaminhadas ao presídio de Araxá, permanecendo a disposição da justiça e da Polícia Civil, se comprovada a participação de alguma delas.

Notícias relacionadas

Deixe um comentário: