Polícia Comunitária ganha novos promotores

A formatura dos alunos do Curso Especial Promotor de Polícia Comunitária aconteceu no auditório do 37° Batalhão de Polícia Militar, na manhã de hoje (8). Os certificados foram entregues aos 33 formandos que representam a sociedade civil organizada, policiais militares e civis, bombeiros e agentes penitenciários.

O curso é realizado através da parceria entre Secretaria de Estado de Defesa Social, Polícia Militar, Polícia Civil e Corpo de Bombeiros, e conta com recursos da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp).

De acordo com o capitão da PM, Fernando Reis, os promotores de Polícia Comunitária têm o papel de buscar uma maior proximidade entre a comunidade e os órgãos de segurança pública. “Queremos discutir os problemas da comunidade para que ela possa também possa falar o que é ideal em termos de trabalho e estratégia de segurança pública. Através da discussão de forma integrada, a gente consegue resolver todos os problemas, atacando as causas da criminalidade”, afirma Reis.

O capitão acrescenta que o Curso Especial Promotor de Polícia Comunitária foi realizado pela quarta vez em Araxá. Dois deles foram direcionados ao público interno das polícias militar e civil e o terceiro para líderes comunitários e educadores. Ele informa que o curso tem a previsão de acontecer novamente no início de 2009.

A mesa diretora da solenidade foi composta por major Ney Sávio de Oliveira (subcomandante do 37° Batalhão de PM), delegado Francisco Eduardo Gouvêa Motta (Polícia Civil), tenente Alessandro Wagner Ramos Batista (Corpo de Bombeiros), inspetor Lázaro Durval Montandon (Polícia Rodoviária Federal), Renato Zouain Zupo (juiz de Direito), Gustavo dos Santos Cavalcanti (Presídio Regional de Araxá), Roberto Ney Lusvarghi (Consep), Emílio César Ribeiro Parolini (Acia) e Vânia Célia Ferreira (Superintendência Regional de Ensino/Uberaba).

Notícias relacionadas