Super banner
Super banner

Polícia intensifica fiscalização nos rios da região com a chegada da Piracema

Polícia intensifica fiscalização nos rios da região com a chegada da Piracema

 

Período da Piracema - Foto: Divulgação

DA REDAÇÃO/JORGE MOURÃO – Está valendo desde 1º de novembro o período da Piracema, época em que os peixes nada contra a correnteza dos rios em busca de ambientes ideais para a reprodução. A Polícia Militar de Meio Ambiente informa que já intensificou a fiscalização nos rios que cortam a região. O período vai até o dia 28 de fevereiro de 2013.

Os comerciantes que trabalham com a venda de peixes também devem seguir a legislação e apresentar a Declaração de Estoque de Pescado junto ao Instituto Estadual de Florestas (IEF). Caso contrário, podem ser multados e ter os produtos apreendidos.

Em Araxá, a PM de Meio Ambiente vai percorrer os rios Tamanduá, Capivara, Quebra Anzol e Araguari. A fiscalização acontece diariamente, percorrendo mais de 80 quilômetros pela água por meio de embarcações.

Entre as punições estão a prisão pela prática de crime ambiental (pena de um a três anos de detenção mais multa); deixar de declarar estoque ou declarar incorretamente R$ 514,08 a R$ 1.542,27; pesca com anzol, linha, vara ou caniço, acoplado ou não de carretilha ou molinete: R$ 128,52 a R$ 385,57 por ato de pesca; rede simples: R$ 514,08 a R$ 1.542,27 por unidade; apreensão de todo o pescado e dos petrechos utilizados para a pesca.

“O objetivo é levar informações e segurança para as pessoas que optarem pelo lazer às margens de rios e lagos, além de coibir e reprimir crimes ambientais, principalmente os relativos ao período da Piracema”, afirma o tenente Alexandre Araújo Monteiro, comandante do 5º Pelotão de Meio Ambiente.

Para denúncias e outras informações, entrar em contato com a PM de Meio Ambiente através dos números (34) 3662-6424 ou 198.

Notícias relacionadas