Prefeitura ainda encontra problemas para coletar o lixo

Prefeitura ainda encontra problemas para coletar o lixo

O sistema de coleta de lixo por ilhas, implantado pela Prefeitura de Araxá após a municipalização da coleta no dia 31 de março, ainda é motivo de dor de cabeça para moradores e administração municipal, que confirma os problemas. Nesta semana, ilhas de lixo foram formadas no entorno do bairro Santo Antônio, mas a coleta foi prejudicada pela falta de caminhões no momento. 

“O problema que nós tivemos foi um problema técnico. No meu entendimento, as ilhas estão funcionando, a cidade está limpa, já melhorou muito, mas nós temos consciência de que temos que melhorar no que diz respeito ao pessoal, ao enquadramento dos motoristas e uma série de detalhes que estamos trabalhando”, destaca o secretário municipal de Desenvolvimento Urbano, João Bosco Borges.

Segundo ele, a maioria dos problemas ainda é relacionada à falta de caminhões. “Como nós compramos esses caminhões, tivemos que fazer transferência, conferir a remarcação de chassi, serviço feito por uma empresa de Uberlândia e, com isso, atrasou a coleta.”

Ainda de acordo com João Bosco Borges, assim que o caminhão foi liberado para a coleta das ilhas, principalmente na região do bairro Santo Antônio, o veículo acabou quebrando. “Como as ilhas já estavam feitas e eu tive um problema com outro caminhão no aterro sanitário, ficamos desprovidos de dois caminhões, então essa foi a causa do problema”, explica.

Economia

João Bosco destaca que a coleta por ilhas é uma experiência nova e que ele acredita que vai dar certo, além da economia que o processo e a municipalização do lixo trouxeram ao município.

“Já estamos economizando em torno de R$ 120 mil por mês, que poderão ser investidos em beneficio à população na área de saúde, educação, inclusive os muros de arrimo no bairro Cincinato de Ávila com verba economizada”, conta.

A estimativa feita pelo secretário é que durante um ano sejam economizados de R$ 1,5 milhão a R$ 1,8 milhão. “É um sacrifício sim, há imprevistos, o que é natural, nós estamos tomando providências, mas é nas dificuldades que a gente aprende. Nós vamos ter um trabalho de excelência no lixo”, afirma.

Benefícios

O processo de coleta por ilhas ainda precisa ser ajustado, segundo João Bosco. Porém, ele aponta uma série de benefícios. “A ilha é benéfica desde que não haja o atraso. Eu economizo embreagem do caminhão, combustível, o desgaste da máquina é menor e mobiliza menos o trânsito.”

João Bosco exemplifica o funcionamento das ilhas

Arquivo

Prefeitura municipaliza coleta de lixo

Notícias relacionadas