Presidente do Sinplalto é eleito diretor adjunto de formação sindical da CSPB

Presidente do Sinplalto é eleito diretor adjunto de formação sindical da CSPB

Da Redação – Os servidores públicos municipais, estaduais e federais de Araxá e região terão um canal importante dentro da maior entidade representativa do funcionalismo público a partir de 2013. O presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Araxá e Região, Hely Aires, foi eleito diretor adjunto de formação sindical da Confederação dos Servidores Públicos do Brasil (CSPB) nesta terça-feira (20). Hely compõe a chapa “Um Mundo Melhor é Possível… Através da Luta” que contou a reeleição do presidente João Domingos Gomes dos Santos. A cerimônia oficial de diplomação e posse acontece em janeiro próximo em Brasília e deve contar com a presença do Ministro do Trabalho e Emprego, Brizola Neto.

Com a renovação de 50% da diretoria e ampliação das entidades participantes, das três esferas do governo e os três poderes constituídos, os delegados do 23º Congresso Nacional da CSPB reelegeram com 464 votos, 98,72% dos votantes, a nova diretoria da entidade que conta com sindicatos de todos os estados brasileiros.

A pasta de formação sindical é uma das mais importantes dentro dos principais pilares da CSPB, a defesa dos interesses dos serviços e dos servidores públicos do Brasil. A missão é dividida em cinco etapas, sendo as três primeiras (construir uma base do tamanho da representação lega; dar solidez estrutural, material e logística para desenvolver a base; crescer em importância e influencia política para dar consequência pratica às ações da base) diretamente ligadas ao processo de formação sindical.

De acordo com Hely, a responsabilidade é muito grande em ocupar uma área tão importante para a confederação. “Vamos assumir o cargo de diretor adjunto de formação sindical para trabalhar. Queremos percorrer o país promovendo cursos de capacitação e qualificação dos nossos dirigentes sindicais, ampliar ainda mais a nossa base, incentivar e dar condições técnicas para nossos sindicatos promoverem ações de luta em defesa dos interesses dos nossos servidores. Também queremos implantar projetos novos que consideramos fundamentais para o desenvolvimento sindical, como por exemplo, a formação de jovens lideranças sindicais. A cada dia, a cada concurso público realizado, temos mais jovens entrando no serviço público e cheios de expectativas. Temos que aproveitar esse idealismo natural da idade para fortalecer ainda mais o nosso movimento é o primeiro passo é trabalhar esses garotos, é criar neles o espírito sindical que está presente nos nossas lideranças. Tenho certeza que através de um projeto de Jovens Lideranças Sindicais vamos alcançar essa meta.”

Segundo João Domingos, o compromisso da nova diretoria é transformar a CSPB no maior instrumento de luta em defesa dos serviços e dos servidores públicos. “Essa diretoria vai devolver a confiança em dobro de compromisso, trabalho e realizações. Nesta direção está o extrato do que há de melhor em honradez, em disposição para o trabalho e em consciência da missão que temos pela frente. A nossa gestão terá dois eixos principais: o primeiro, da ação sindical de implantar na prática 35 anos de luta pela regulamentação da Convenção 151 da OIT, que assegura aos servidores o direito à organização, o direito de greve e da negociação coletiva. O segundo eixo está no campo das ideias, cuja dificuldade é maior, da construção do Estado Social de Direito. Este é um compromisso que não tem marca no tempo, pois está no ideal de cada um de nós e que sempre estaremos perseguindo. A utopia serve para a gente caminhar”, ressalta o presidente reeleito para os próximos cinco anos.

Notícias relacionadas