Primeira relação de subsedes da Copa deve sair em maio

Primeira relação de subsedes da Copa deve sair em maio

 

Dezessete cidades mineiras, incluindo Araxá, são candidatas a receber o título de Centro de Treinamento de Seleção (CTS) na Copa de 2014. Como alguns municípios apresentaram mais de uma estrutura, o total de candidaturas a CTS em Minas Gerais se eleva a 30, sendo oito só em Belo Horizonte. O Comitê Organizador da Fifa recebeu 185 inscrições, de 145 cidades de 22 Estados do país.

Os CTS são estruturas encarregadas de recepcionar e hospedar as equipes participantes da Copa. O fato de uma inscrição ter sido aceita não significa que o local tenha sido escolhido pelo Comitê Organizador. A Fifa ainda vai fazer uma nova seleção das cidades que atenderem aos requisitos básicos, como estrutura dos centros esportivos de treinamento, distância para aeroportos, localização e estrutura de hotéis.

A previsão é de que a federação divulgue a primeira relação de CTS até o final de maio, compondo assim o chamado Catálogo Oficial do Centro de Treinamento. Nessa primeira triagem, serão aprovados, no mínimo, 64 locais, mas o objetivo é criar 90 opções.

“O título de CTS gera empregos, incrementa o turismo e fortalece a imagem da cidade, que ganha visibilidade mundial”, comenta o secretário de Estado Extraordinário da Copa do Mundo, Sérgio Barroso.

A seleção dos CTS será baseada em critérios estritos. Com relação ao setor hoteleiro, por exemplo, o hotel deve ter disponibilidade de, no mínimo, 55 quartos com ar-condicionado ou aquecedor (considerando o clima na região nos meses de junho e julho).

Algumas seleções podem precisar de 100 quartos ou mais. O serviço de restaurante deve atender a, no mínimo, 55 pessoas, em estilo buffet, que seja reservado 24 horas para uso exclusivo da seleção. A sala para conferência de imprensa deve ter estilo cinema e capacidade mínima de 100 pessoas.

Sobre o setor aeroportuário, a cidade deve ser próxima de algum aeroporto com capacidade para receber aeronaves de aproximadamente 120 passageiros e que permita voos noturnos. As seleções exigem uma distância máxima de até 60 minutos de deslocamento hotel-aeroporto via ônibus, com batedores. Já a distância máxima de deslocamento entre hotel e centro de treinamento deverá ser de 20 minutos.

Por último, o CTS deve ter, pelo menos, um campo em excelentes condições e de acordo com os parâmetros internacionais estabelecidos pela Fifa, além de spa, piscina e áreas fitness.

Com Agência Minas

Notícias relacionadas