Probabilidades são enormes, diz supervisor sobre a vinda do Atlético Mineiro a Araxá

Probabilidades são enormes, diz supervisor sobre a vinda do Atlético Mineiro a Araxá

O supervisor de Futebol do Atlético Mineiro, Carlos Alberto Isidoro, esteve em Araxá nesta manhã (11) visitando o Estádio Fausto Alvim e o campo da Bunge, acompanhado do chefe da Assessoria Municipal de Esportes, Jorge Eustáquio Sérvulo, e equipe. Ele pediu algumas melhorias, principalmente no gramado dos dois campos, e praticamente deu como certa a vinda do Galo dizendo que as probabilidades são enormes.

Carlos Alberto destaca que a ideia de passar os cinco dias em Araxá partiu do treinador Wanderley Luxemburgo e foi acatada pela diretoria que acerta os últimos detalhes para a mini pré-temporada na cidade.

“É um prazer estar de volta em Araxá, uma vez que já tivemos aqui numa pré-temporada e fomos muito bem recebidos por todos da cidade, e conseguimos fazer um bom trabalho”, diz o supervisor.

Segundo ele, a vinda para Araxá ainda está em processo de discussão, porém bem encaminhada. “Existe uma frente dentro do Atlético Mineiro que avalia a parte técnica de nossa vinda. Nós viemos conferir as instalações e saber se estavam nas mesmas condições em que encontramos anteriormente e, obviamente, para contar com a colaboração das pessoas para que possamos melhorar (estruturas) o máximo que puder”, diz.

Dois pontos que colocam a cidade à frente de outras em que o Galo poderia passar os cinco dias de treinos são o Grande Hotel e a população da cidade, segundo Carlos Alberto.

“Araxá é uma cidade com o clima muito agradável. Além do hotel, as pessoas sempre nos receberam bem. O estádio, com os cuidados devidos, vai proporcionar um belo espetáculo; o campo da Bunge também nos proporcionará bons momentos de treinamento, assim como as academias apresentadas e uma série de fatores para que a cidade seja credenciada e escolhida”, afirma. De acordo com o supervisor, a direção do Atlético Mineiro bate o martelo até quarta-feira.  

Programação

Inicialmente, o Galo chegaria em Araxá na tarde da próxima segunda-feira (18), os trabalhos seriam realizados até o dia 20, data do amistoso contra o Ganso, e teriam sequência até sexta-feira (22), quando a equipe retornaria para Belo Horizonte.  

Contrapartida do município

Segundo Jorge Eustáquio, o município arcaria com os custos de viagem, transporte e hospedagem da equipe, mas em troca teria o amistoso contra o Araxá e a maneira de como a renda seria revertida está sendo estudada.

Notícias relacionadas