Procon alerta comerciantes para golpe da lista telefônica

Procon alerta comerciantes para golpe da lista telefônica

Da Redação/Isabella Lima – Um antigo golpe está causando dor de cabeça em comerciantes desavisados de Araxá. Por telefone, os bandidos se identificam como funcionários da empresa que produz as listas telefônicas e pedem aos empresários que confirmem os dados cadastrados.

Em seguida, enviam por fax um contrato, que muitos assinam sem ler. Está firmado aí o acordo entre as duas empresas. Sem se darem conta, os comerciantes assinam um contrato cobrando valores próximos de R$ 10 mil.

A supervisora do Programa Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon), Neida Reis, conta que apenas nesta semana o órgão já atendeu cinco casos.

Ela diz que os golpistas esperam passar sete dias desde a assinatura do contrato – prazo de arrependimento garantido pelo Código de Defesa do Consumidor – e então começam as cobranças. Em caso de cancelamento do acordo, a multa é de 40% do valor total. “Não é nem caso de Procon, mas nós orientamos. É difícil cancelar a multa, acaba que ainda fica um valor pesado a ser pago.”

Segundo a supervisora, esse tipo de golpe é praticado há muito tempo. “É um golpe velho, existe há uns oito anos. Eu já alertei, mas o pessoal é descuidado. Os comerciantes têm que entender que não se pode acreditar em bondade, não tem nada sem custo. Não se assina nada sem ler”, alerta.

Notícias relacionadas