Projeto Cuidar do Uniaraxá apoia o Dia Mundial Sem Carro

Projeto Cuidar do Uniaraxá apoia o Dia Mundial Sem Carro

O Dia Mundial Sem Carro é um movimento que começou na Europa e se espalhou pelo mundo. Trata-se de um manifesto para reflexão sobre os problemas cada vez mais devastadores provocados pelo excesso de veículos circulando pelas ruas das cidades, sobretudo nos grandes centros.

Em muitas cidades brasileiras estão sendo organizados movimentos para comemorar a data. O Dia Mundial Sem Carro alerta para o aquecimento global e a necessidade urgente de chamar a atenção de planejadores e políticos para prioridades como ciclovias, parques, áreas específicas para caminhadas e transporte público de qualidade.

O Projeto Cuidar foi criado pelo Centro Universitário do Planalto de Araxá (Uniaraxá) para conscientizar a comunidade sobre a necessidade de racionalização de recursos materiais, redução do desperdício de energia e água, reciclagem de lixo, conservação de móveis e equipamentos, através de campanhas de sensibilização, reuniões, capacitações, eventos educativos e monitoramentos mensais.

No projeto, informações e mensagens dão dicas de como se comportar corretamente, de forma sustentável, em casa, no ambiente de trabalho e nas ruas. Nos logradouros públicos, por exemplo, o Projeto Cuidar sugere os seguintes procedimentos:
– Programe suas saídas;

– Ofereça carona àqueles que fazem o mesmo trajeto que você, separadamente;

– Faça manutenção periódica (troca de óleo, pneus calibrados);

– Plante uma árvore. Uma única árvore absorve uma tonelada de gás carbônico ao longo da sua vida (e a sombra dela na sua casa ou apartamento pode reduzir sua conta de luz em 10%).

– Não pegue panfletos entregues na rua a não ser que esteja interessado nas informações. Se pegar, não jogue na rua depois de tê-los lido.

É verdade que precisa haver uma revolução de mentalidade para que se possa chegar a uma situação ideal para o trânsito brasileiro, principalmente em grandes metrópoles. Quando as pessoas resolverem trocar o transporte individual pelo coletivo, haverá uma sensível transformação não só nas vias públicas mas também na atmosfera.

No entanto, enquanto essas mudanças estruturais que dependem de investimentos não acontecem, cabe a cada um de nós contribuir à sua maneira para a melhoria das condições de vida em nosso meio. Pequenas atitudes tomadas todos os dias, somadas, farão a diferença.

Conheça mais sobre o Projeto Cuidar no site www.uniaraxa.edu.br.

Notícias relacionadas